Como o aumento da obesidade no Brasil afeta a área da nutrição

Um desafio encarado por nutricionistas e endocrinologistas é combater a obesidade. Para se livrar do excesso de peso, o paciente deve ter acesso a uma dieta equilibrada e praticar exercícios físicos com frequência. Para adotar este estilo de vida mais saudável, é necessário, principalmente, muita força de vontade.

A obesidade é um problema crescente no Brasil. Segundo uma pesquisa realizada este ano pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de metade dos brasileiros está acima do peso: 56,9%. Nem sempre é possível perceber este excesso de peso. Na lista de obesos, estão pessoas com índice de massa corporal igual ou acima de 25, inclusive as que são aparentemente magras.

A nutrição e o aumento da obesidade no Brasil

A obesidade traz uma série de prejuízos para a saúde: aumento da pressão, maior propensão ao desenvolvimento de doenças cardiovasculares, riscos de diabetes, alto colesterol, dores lombares e pedras na vesícula são algumas das doenças associadas à obesidade. Existem ainda estudos que apontam que a probabilidade de desenvolvimento do câncer é maior em pessoas com excesso de peso. Por isso, a obesidade é um problema que deve ser combatido. Não é apenas uma questão estética, mas também uma necessidade para que o paciente tenha boa saúde e bem estar.

Porque a obesidade é crescente no Brasil

Principalmente, por causa das más escolhas alimentares. No cardápio dos brasileiros, há muita gordura, fritura e pratos prontos. Por outro lado, faltam vitaminas essenciais para o bom funcionamento do organismo. De acordo com a pesquisa realizada pelo IBGE, este é um problema que tem origem na infância: 60,8% das crianças com menos de dois anos de idade comem biscoitos, bolachas e bolos. Não é só isso: 32,3% dessas crianças já tomam refrigerante e suco artificial.

Se não há uma dieta equilibrada durante os primeiros anos, é pouco provável que a pessoa tenha uma alimentação saudável na vida adulta. O resultado de consumir produtos ricos em açúcar desde cedo, é o excesso de peso.

O papel do nutricionista neste cenário

Se um dos principais fatores para o alto índice de obesidade no Brasil é a alimentação, o nutricionista é um profissional essencial no combate ao problema. Também é dele a responsabilidade de alertar os pacientes sobre os perigos do excesso de peso. Além disso, o nutricionista é a pessoa mais indicada para passar uma dieta leve e equilibrada para quem busca melhorar a saúde.

Também é preciso que seja reforçada a importância dos cuidados com a alimentação desde cedo. Os pais devem estar cientes de que as comidas dadas aos pequenos influenciam em sua saúde. Com isso, é esperado que haja um crescimento na procura por profissionais especializados em nutrição infantil.

Mais do que nunca, os números apresentados pelo IBGE mostram a necessidade de um cuidado cada vez maior com o índice de massa corporal. Excesso de gordura no corpo é sinal de que a dieta está desequilibrada e de que é  preciso rever a alimentação do paciente.

O que você pensa sobre o crescimento da obesidade no Brasil? Compartilhe a sua opinião!

Anúncios

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s