Como planejar o orçamento da clínica de nutrição para 2016

Dezembro é um bom mês para planejar como será a administração da clínica de nutrição no próximo ano! Uma etapa importante neste planejamento, é o orçamento: mas como gerenciar o dinheiro da empresa e garantir que haverá recursos para investir em melhorias? O segredo está no controle financeiro, na criação de um orçamento realista e no acompanhamento das previsões feitas. Confira algumas dicas úteis nessa hora:

5 dicas para fazer um bom orçamento para a clínica de nutrição

1. Aprenda com os erros do ano que passou

Quem administra um negócio, sabe que nem sempre as decisões tomadas trazem os resultados esperados. Algumas vezes, um investimento em publicidade, por exemplo, não traz um retorno significativo. Nesses casos, é importante analisar o que deu errado, para não repetir escolhas que prejudicam as finanças da clínica no futuro. Aproveite o final do ano para avaliar como as finanças do consultório foram administradas em 2015 e para definir o que não deverá ser repetido no próximo ano. Uma ação de marketing que não funciona com o seu público-alvo, como a do nosso exemplo, não precisa entrar no orçamento.

2. Considere preço, quantidade e custo

O orçamento deve ser baseado em três fatores: valor cobrado por consulta, quantidade de atendimentos feitos por mês e custos para manter a clínica. Com base nesses valores, você tem uma ideia de quanto a empresa terá de lucro no próximo ano e de quanto será necessário para pagar as contas. Para fazer um cálculo aproximado, use os números dos últimos meses como base e considere quais são as tendências do mercado para os próximos meses (uma crise econômica pode significar redução na quantidade de agendamentos, por exemplo). Sempre que lidar com planejamento financeiro, é importante manter as previsões bem realistas, para evitar contrair dívidas.

3. Divida os custos da clínica

Cada setor da clínica demanda um orçamento diferente. Defina o quanto será destinado para cada um deles: quanto de despesa você espera ter com salários, marketing, reformas nos consultórios, compra de novos aparelhos, decoração da sala de espera e treinamentos da equipe? Com base nestes valores, fica mais fácil planejar que investimentos podem ser feitos em cada área da empresa.

4. Reveja o orçamento mensalmente

Durante o ano, as previsões feitas no primeiro orçamento podem se mostrar corretas ou fora da realidade. Podem ser feitas mais consultas do que o esperado ou podem surgir gastos não planejados, por exemplo. Para que o orçamento esteja sempre de acordo com a realidade da empresa, é preciso que ele acompanhe estas mudanças. Cada vez que a empresa lucrar mais ou menos do que o esperado, o orçamento deve ser reorganizado.

5. Use um bom sistema de gestão

Um bom orçamento depende de um bom controle financeiro. A tecnologia é uma aliada nessa hora. Invista em um sistema de gestão que simplifique o controle financeiro da empresa, para economizar seu tempo e garantir dados mais precisos. Assim você consegue visualizar com maior clareza se as contas da clínica estão dentro do orçamento ou se algum setor está gastando mais do que poderia.

O orçamento é uma ferramenta importante para o sucesso da sua clínica de nutrição! Você já fez o seu plano para 2016?

Anúncios

Um comentário sobre “Como planejar o orçamento da clínica de nutrição para 2016

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s