Como realizar a avaliação antropométrica da maneira correta

Analisar o estado nutricional do seu paciente é uma tarefa complexa que depende de diversos parâmetros.

No entanto, esse é o primeiro passo para um bom diagnóstico e para encontrar a melhor intervenção para cada caso. Com isso em mente, descubra agora o que é e como fazer uma avaliação antropométrica de qualidade.

O que é a avaliação antropométrica?

É o conjunto de medidas primárias (peso, altura, dobras cutâneas e circunferências) e medidas secundárias, como índice de massa corpórea, peso ideal e soma de dobras cutâneas. Essas dimensões servem como um método de investigação do estado nutricional, além de ajudar a avaliar o risco de doenças crônicas como obesidade e cardíacas.

Quais os benefícios de fazê-la?

A avaliação antropométrica é uma ação de controle. Ou seja, necessita um olhar atento para a situação nutricional da pessoa a fim de fazer diagnósticos precoces e evitar o desenvolvimento de problemas de saúde.

As medidas mensuradas são utilizadas para escolher o tipo de plano alimentar e desenvolver ações de promoção e assistência à saúde. Isso se aplica quando o atendimento é a apenas um indivíduo ou a um conjunto de pessoas, como quando é feita em escolas.

De qual maneira deve ser feita a avaliação antropométrica?

As dimensões devem ser comparadas às tabelas de classificação, mas a condição nutricional de seu paciente é o conjunto de todas elas. Por isso é muito importante que o nutricionista avalie e confronte todos os parâmetros antes de dar um diagnóstico ou propor um plano de tratamento. Veja a seguir como fazer algumas dessas aferições.

1. Peso

É a soma de todas as células presentes no corpo, o que inclui os tecidos de sustentação, órgãos, água e músculos. A aferição do peso deve acontecer em uma balança devidamente calibrada e, se possível, por um avaliador treinado.

O ideal é que a pessoa seja pesada pela manhã, em jejum, com o mínimo de roupa possível e com a bexiga vazia. O paciente tem que ficar estático em pé ou deitado.

2. Altura

Em pé, com os braços estendidos ao longo do corpo e coluna ereta; os olhos em um ponto fixo e cabeça a 90º do chão; calcanhares e joelhos com ponto de contato entre eles e os glúteos encostados na parede ou no antropômetro. Esta é a posição ideal para medir a altura.

A parte móvel do equipamento deve ser fixada contra a cabeça do paciente e conseguir comprimir o cabelo deste. A leitura do resultado deve ser realizada sem soltar a parte móvel do aparelho.

3. Índice de massa corpórea (IMC)

Consiste em uma relação em que o peso é dividido pela altura ao quadrado. Uma conta simples e de fácil realização que correlaciona o volume corporal total, contudo não verifica a distribuição dessa massa pelo organismo e não distingue sua composição.

Ou seja, imagine duas pessoas com o IMC aumentado com relação à tabela, mas uma delas possui esse volume gordura a mais e é classificada como obesa. Por outro lado, a outra pessoa é fisiculturista e essa quantidade maior é de massa muscular. Logo, não apresenta obesidade.

4. Medidas de circunferência

Feitas com uma fita métrica, essas medidas analisam a presença e a distribuição de gordura corporal. São mensuradas na cintura e abdômen, pescoço, tórax, quadril, braços, antebraços, punhos, coxa e panturrilha.

É importante realizar ao menos duas aferições e marcar sempre o local com um lápis demográfico. Não deixe o dedo entre a pele e a fita. Evite medir após atividade física e tente fazer a pressão ideal na fita para que não haja erros.

Lembre-se que a medida da circunferência da cintura é feita 2 dedos acima do umbigo e que a do abdômen é feita sobre a região.

5. Dobras cutâneas

Mensuradas através de um aparelho denominado adipômetro, dão ideia da composição corporal do paciente. Devem ser aferidas pelo menos 3 vezes, sempre por profissionais. O instrumento deve ser colocado em contato direto com a pele e do lado não dominante.

Percebe como a avaliação antropométrica é complexa e dependente de diversos parâmetros distintos? Compartilhe esse texto nas redes sociais e ajude seus colegas a se informarem sobre o assunto!

Anúncios

Faça um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s