Avaliar o atendimento: veja de que forma isso deve ser feito

A área da Nutrição tem muitos profissionais e, a cada ano, recebe novos nutricionistas. A alta concorrência pede que aqueles que realmente desejam se destacar tenham alguns diferenciais. Hoje vamos analisar como avaliar o atendimento prestado é crucial para quem deseja conquistar uma posição favorável no mercado.

Neste contexto, a autoavaliação é um processo muito importante. Nela, você vai analisar a sua própria postura e conduta, além dos atendimentos prestados propriamente ditos.

Entenda qual é a importância dessa prática e veja algumas dicas de como fazer uma boa autoanálise, de maneira a melhorar o serviço que você presta aos seus clientes. Acompanhe no post!

>> Quer saber qual seu estilo no momento de investir no relacionamento com seus pacientes? Acesse nosso infográfico e descubra agora! <<

A importância de avaliar o atendimento

Descobrir o que você faz de melhor e em quais pontos se encontram as suas dificuldades é primordial para ter destaque no mercado e ser reconhecido não só pelas suas habilidades profissionais, mas também pelo seu atendimento.

Quem procura por uma avaliação e um tratamento nutricional está em busca de melhorias de vida e de autoestima, o que geralmente é um processo delicado. O paciente quer mais do que atingir os seus objetivos, ele está pesquisando por um tratamento humanizado e compreensivo, sem que se sinta julgado.

Avaliar o atendimento permite aprimorar os seus serviços, potencializar as qualidades e evitar posturas que possam prejudicar o seu futuro profissional e o bem-estar da clientela.

Dicas para fazer uma análise eficiente

Quando você se propõe a avaliar o atendimento prestado, você se predispõe a conhecer a sua própria atuação profissional e, assim, poder desenvolver o melhor suporte para aqueles que procuram os seus serviços de nutrição.

Confira algumas dicas para fazer essa análise e ter resultados concretos que sejam o mais próximo possível da realidade.

Avalie a satisfação do paciente

Crie uma relação de cumplicidade com o paciente. Peça a ele que seja sincero quanto às impressões em relação ao tratamento e pergunte o que ele está achando do serviço prestado.

Veja com aqueles que interromperam o plano antes de atingir o objetivo ou não foram nas consultas de retorno quais foram as razões que motivaram tal comportamento.

Seja sincero consigo mesmo

Não é fácil receber críticas. Muitas vezes, a tarefa de autoavaliar-se é menos complicada do que ouvir diretamente dos pacientes a razão pela qual eles não estão satisfeitos com o atendimento.

A sinceridade é fundamental para que você consiga receber essas informações, de maneira a fazer uma avaliação sobre você mesmo que seja equilibrada e não depreciativa. É importante também não cair na tentação de culpar os próprios pacientes por eventuais problemas que precisam ser resolvidos.

Reflita sobre suas qualidades

A autoavaliação não deve ser focada apenas nos seus defeitos e nas falhas do atendimento. Pensar nas suas qualidades pessoais permite aplicar no dia a dia do seu consultório aquelas habilidades que ainda não são usadas em sua rotina profissional.

>> Baixe gratuitamente o e-book que preparamos para tratar da conquista de novos clientes e da construção das relações com eles acessando AQUI! <<

Como melhorar o atendimento

Para oferecer um atendimento de excelência, é fundamental que as questões que foram descobertas na autoavaliação sejam resolvidas na medida do possível.

Vale lembrar que, independentemente do que pode ser desenvolvido com base na análise feita, o nutricionista deve ter uma postura transparente durante a consulta e demonstrar confiança na sua experiência e nos seus conhecimentos.

Avaliar o atendimento deve ser uma prática presente na rotina de todos aqueles que desejam ser uma referência entre os nutricionistas de uma cidade ou região. Adote essa prática!

Continue aperfeiçoando suas habilidades no atendimento. Clique aqui e tenha acesso a mais 5 valiosas dicas para aprimorar os seus serviços. Boa leitura!

Deixe uma resposta