5 dicas para fazer cadastro de pacientes de forma assertiva

Em um mercado cada vez mais competitivo, é essencial que os nutricionistas encontrem maneiras de se destacar. O cadastro de pacientes é um passo fundamental nesse processo, garantindo a satisfação no atendimento e a eficiência dos processos internos.

O cadastro é um recurso primordial para o avanço das clínicas. Ele oferece as informações necessárias para que você conheça seu público e crie uma interação cada vez mais positiva. Mantê-lo atualizado é uma forma de potencializar seu sucesso e eliminar a chance do paciente escolher outro serviço que não seja o seu.

Para que a gestão do seu consultório nutricional seja cada vez mais próspera, separamos aqui 5 dicas essenciais para realizar o cadastro de seus pacientes de forma assertiva e conquistá-los. Confira!

1. Solicite dados relevantes

A eficácia do cadastro de pacientes está diretamente ligada à solicitação de dados para favorecer o contato e desenvolver um relacionamento ainda mais próximo. 

Além dos dados básicos como nome, telefone e e-mail, procure solicitar informações que sejam relevantes para sua clínica e abordagem com os clientes. Medidas, peso, exames regulares, histórico de saúde e outros podem ser essenciais e ajudam a guardar todas as referências em um mesmo lugar.

2. Padronize sua base de dados

Já se foi o tempo em que a base de dados era feita com papel e caneta, e armazenada em um armário. Com a transformação digital, tudo se tornou muito mais simples e prático. Agora, é possível salvar todos os arquivos e informações em um computador e compartilhar na rede.

Isso facilita o refinamento, o tratamento, a organização e a padronização de todo o seu banco de dados, além de garantir praticidade na hora de encontrar as informações. Uma boa maneira de criar essa padronização é por meio de um roteiro para seguir, facilitando o direcionamento para a coleta de dados.

3. Atualize constantemente os cadastros

Toda vez que um paciente comparecer à clínica, é importante revisar o cadastro, checar por possíveis alterações e manter as informações atualizadas. Dados desatualizados podem gerar perda de contato e de clientes.

Insira novos exames, mudanças e procedimentos realizados. Assim, você acompanha as mudanças na vida de seus pacientes e pode encontrar as melhores alternativas para atendê-los.

4. Proteja o cadastro de pacientes

Cadastrar os pacientes de forma eficiente requer trabalho e dedicação, por isso, é essencial evitar o extravio desses dados, protegendo-os da melhor maneira possível sempre. 

Realize backups regulares das informações de seus pacientes, garantindo que tudo seja armazenado em um local seguro. Verifique sempre as condições do sistema usado e tenha garantia de transparência e proteção, ficando livre de perdas ou vazamentos.

5. Use um software de gestão adequado

Para ter ainda mais facilidade no processo de cadastro dos pacientes, use um software específico para a área da saúde, como o Dietbox. São muitas as funcionalidades exclusivas para você gerenciar seu consultório da melhor maneira possível, facilitando seu dia a dia como nutri.

Esse tipo de ferramenta otimiza a rotina da sua clínica, sendo sua aliada para todas as horas. Unifique todas as informações em um só lugar, ganhando em produtividade e potencializando o atendimento aos clientes. 

Algumas das tarefas que podem ser facilitadas usando softwares de gestão são:

  • agenda de consultório;
  • controle financeiro;
  • informações na palma da mão;
  • marketing.

Conseguir novos clientes é muito mais caro do que manter os antigos. Por isso, priorizar as etapas do cadastro de pacientes focar em um atendimento de qualidade é uma ótima maneira de melhorar a experiência de quem é atendido e elevar o sucesso do seu consultório.

Essas 5 dicas são essenciais para você aprimorar cada vez mais sua clínica. Ficou alguma dúvida sobre o assunto? Entre em contato com a gente e receba tudo o que precisa para se destacar como nutricionista!

Cadastre-se Grátis no Dietbox

Deixe uma resposta