Comer X nutrir

Em um momento onde a alimentação finalmente torna-se um pilar importante cientificamente para a existência da vida e de qualidade da saúde, colocamos a parceria COMER versos NUTRIR, ambos totalmente associados, mas ao mesmo tempo separados pelo real significado da palavra e ação, enquanto o “COMER” vem a ser um ato natural, importante e necessário à sobrevida, promoção de prazer e satisfação, disponibilizando através do ato comer, diferentes tipos de nutrientes, tais como energia, dentre outros tantos necessários ao conceito “NUTRIR”,  ato de fornecer nutrientes necessários ao desenvolvimento, manutenção, reparo tecidual e transformação do ser vivo.

O COMER – é um ato voluntário, ação mecânica composta pela mastigação, deglutição, um dos maiores prazeres, podendo seguir o caminho do provar, degustar, saciar ou até ao extremo se fartar, agrega pessoas, reúne as famílias, forma comunidades, oferece nutrientes – promove o nutrir, define hábitos.

O NUTRIR – é um ato involuntário, resultado da ação “comer”, realiza funções vitais, promove ações e reações, está envolvido diretamente com a qualidade de saúde, muito pautado em ação consciente do mecanismo comer, mas também um nutrir-se através, forma de fornecer, condicionar e transformar o alimento ingerido em parte funcional e estrutural do corpo e da mente.

O determinante consciente de um padrão alimentar está diretamente associado à herança genética, cultural e social, assim, restrições, costumes e escolhas são inerentes aos padrões adquiridos desde início de vida, ambiente social e determina as escolhas alimentares e consequentemente o que o organismo recebe, utiliza e se adapta conforme oferecimento alimentar contínuo.

Na organização de uma simples refeição, cardápio ou até em uma programação dietoterápica em uma dieta restritamente individualizada, a cultura, os hábitos alimentares, o ambiental social e condições sócio econômico, deverão ser considerados como base para adequação visando a associando do ato comer à ação nutrir, entendendo ser a condição de formulação desse plano alimentar, fazendo junção da condição clínica, comprovações e orientações científicas às necessidades pessoais.

Rita de Cassia Sales da Silva

CRN5 0550

Leave a Reply