Como avaliar meu primeiro paciente vegetariano

De acordo com A Sociedade Vegana o termo “veganismo” define-se como uma maneira de viver que busca a exclusão na medida do possível e praticável, de todas as formas de exploração e crueldade com animais. A utilização de animais e seus produtos derivados para alimentação, vestuário, testes em laboratórios ou qualquer outra prática de exploração é evitada por veganos. Quando temos um paciente que segue algum tipo de alimentação que exclui fontes animais sempre é importante conhecer e compreender seus motivos, que podem ser vários, desde ética, política, saúde ou amor pelos animais.

Uma alimentação vegetariana caracteriza-se como uma dieta que exclui alimentos de origem animal e seus derivados e não um estilo de vida como no veganismo. Outras formas de alimentação que não consomem carne animal são a ovo-lacto-vegetariana, ovo-vegetariana e lacto-vegetariana, que são pessoas que ainda consomem produtos derivados de animais como leite, ovos e mel. As necessidades nutricionais em todas as fases da vida, podem ser alcançadas com uma alimentação vegetariana equilibrada. Deficiências nutricionais como ferro, vitamina B12 e vitamina D também são encontradas em onívoros, ou seja, uma alimentação equilibrada é a chave para uma vida saudável.

O paciente vegetariano deve ser avaliado da mesma forma que um paciente onívoro, uma anamnese adequada deve ser conduzida para avaliar seus hábitos de vida, alimentares e intestinais, assim como o uso de medicamentos e suplementações. Os exames bioquímicos são importantes para avaliar possíveis deficiências e necessidades de intervenções mais específicas durante o planejamento alimentar. Orientações sobre como melhorar a absorção de ferro, consumo de fibras, combinações de leguminosas e cereais para suprir os aminoácidos essenciais, utilização de gorduras “boas” como azeite de oliva, abacate, sementes e oleaginosas para melhorar o perfil lipídico são o papel do nutricionista no atendimento de qualquer paciente seja ele adepto a alimentação vegetariana ou não, devemos prezar pela saúde do nosso paciente e promover uma alimentação saudável com respeito e embasamento cientifico.

 

Ana Luisa Gomes Genro Schallenberger

CRN 15192D

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Contato: (55) 99603 8888

Instagram: @analuisaschallenberger

 

BRASIL. Ministério da Saúde. Desmistificando dúvidas sobre alimentação e nutrição: material de apoio para profissionais da saúde/ Ministério da Saúde, Universidade Federal de Minas Gerais – Brasília: Ministério da Saúde, 2016.

MOLD, R. S. Atendimento Prático em Vegetarianismo. Porto Alegre: Editora Instituto de Pesquisa, Ensino e Gestão em Saúde – IPGS, 2019.

The Vegan Society. Definition of Veganism. Disponível em: https://www.vegansociety.com/go-vegan/definition-veganism. Acesso em: jan. 2019.

Deixe uma resposta