Conheça 3 dicas de como reduzir custos no consultório

Para que um consultório de nutrição ofereça um atendimento de excelência para os seus pacientes, além da qualificação técnica, por meio de pós-graduações, seminários e palestras, o profissional deve estar atento à saúde financeira do seu empreendimento. Afinal, todo negócio depende de capital para funcionar. Portanto, saber como reduzir custos é uma estratégia fundamental para uma boa gestão.

Pensando nisso, elaboramos este artigo com três dicas para que você saiba como reduzir custos na sua clínica. Siga os passos dos profissionais e dos empreendedores de sucesso nesta área. Acompanhe!

1. Invista na automação de processos

A automação de processos não é um procedimento útil apenas para as indústrias e para os negócios voltados para a produção. Ela pode e deve ser usada também na área de saúde. Em nosso contexto, automatizar quer dizer buscar meios menos manuais para executar as rotinas do dia a dia. 

As técnicas da automatização de processos agilizam as rotinas e, com isso, economizam tempo e dinheiro. Além disso, uma série de tarefas podem ser feitas por um número menor de pessoas. Assim, você não se preocupará com a administração de vários funcionários e conseguirá ter a atenção voltada para os seus pacientes

2. Tenha uma gestão financeira eficaz

Para conseguir reduzir custos no seu consultório é necessário que você tenha uma gestão financeira eficaz. Sabemos que essa não é a sua área, mas uma clínica é um negócio, portanto, não tem como fugir das finanças. Por isso, é necessário que você conheça todas as despesas geradas na clínica e nunca misture os gastos particulares com a empresa.

Relacione em uma planilha todos os recebimentos e os gastos diários, mensais e anuais da clínica. Veja abaixo algumas despesas rotineiras:

  • aluguel da sala e condomínio;
  • estacionamento;
  • folha de pagamento de colaboradores, retirada de sócios e proprietários;
  • contas de energia elétrica, água, telefone e pacote de dados da internet;
  • faxineira;
  • materiais de limpeza;
  • insumos de escritório como cartucho de impressora e folhas de papel;
  • manutenção de computadores; 
  • escritório de contabilidade,
  • assinatura de revistas, livros;
  • lanches e refeições.

Já deu para perceber que o dia a dia de uma clínica requer controle financeiro, certo? E esses gastos que relacionamos são apenas os principais. Entretanto, somente você será capaz de listar todos aqueles que fazem parte do seu consultório e definir como reduzir seus custos.

3. Aposte na tecnologia como aliada

A boa notícia, para quem não tem tempo ou habilidade para lidar com gestão de empresas, é que existem softwares criados exclusivamente para clínicas de nutrição. Esses aplicativos certamente auxiliam no controle de gastos, na redução de custos e na fidelização de clientes.

O Dietbox, por exemplo, é um software de nutrição que pode ser utilizado em uma plataforma on-line. Dessa maneira, você não perde os seus dados, pois eles são salvos na nuvem e podem ser acionados até por meio de smartphones. Utilize essa tecnologia como sua aliada para reduzir os custos e aumentar a receita da clínica.

Essas são as nossas dicas de como reduzir custos. Se segui-las, certamente você estará no caminho certo para o seu controle financeiro. Perceba que em todas elas a tecnologia é uma peça fundamental. Portanto, use e abuse de um bom software, pois sabemos que lidar com gestão e finanças não é o interesse principal dos nutricionistas, e sim os seus pacientes.  

Gostou do assunto? Assine a nossa newsletter e receba conteúdos e dicas como essas em primeira mão e diretamente na sua caixa postal. 

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta