Como usar os grupos da pirâmide alimentar na criação do plano

A preocupação com a qualidade da alimentação tem motivado muitas pessoas a inserir nas refeições diárias alimentos mais saudáveis e que possam resultar na perda de peso ou na redução do colesterol, por exemplo.

Mas como saber quais são os alimentos ideais para uma alimentação saudável e em quais proporções? A pirâmide alimentar tem sido utilizada como uma importante ferramenta para o alcance de refeições equilibradas e saudáveis.

Parece fácil, não é? Mas muitas pessoas têm dificuldades para entender como funciona e como aplicar a divisão dos grupos da pirâmide alimentar na criação de um plano. Então, continue a leitura e saiba mais sobre o assunto!

O que é pirâmide alimentar?

A pirâmide alimentar é uma representação gráfica, cuja função é separar os alimentos a partir de suas propriedades nutricionais e em porções que têm um número determinado de calorias que devem ser consumidas.

Não existe uma pirâmide alimentar padronizada. Isso porque a divisão dos grupos alimentares da pirâmide alimentar leva em consideração diversos fatores, como a cultura, as preferências e o padrão alimentar de acordo com os hábitos das pessoas.

Desde a criação do primeiro modelo de pirâmide alimentar, em 1999, algumas alterações foram feitas — no entanto, as proporções continuam as mesmas, assim como a divisão em grupos. A mudança está na inclusão de alguns alimentos saudáveis, como oleaginosas, arroz integral, folhas verdes, peixes, entre outros.

Qual a função dessa ferramenta?

Não importa se o objetivo é perder, manter ou, ainda, ganhar peso. A adoção da pirâmide alimentar nas refeições do dia a dia ajuda a alcançar qualquer tipo de meta e ainda levar a uma alimentação saudável e equilibrada.

A principal função da pirâmide alimentar é atender às necessidades calóricas de cada indivíduo, por meio do consumo equilibrado de alimentos que não devem faltar nas refeições — ou seja, garantindo a ingestão adequada de nutrientes.

Como cada indivíduo tem suas próprias necessidades calóricas e características diferentes, é fundamental contar com o auxílio de um profissional nutricionista para adequar as recomendações da pirâmide alimentar dentro de um plano adequado.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Quais são os grupos da pirâmide alimentar?

Como já mencionado, a estrutura da pirâmide alimentar é dividida em grupos, ou seja, em porções nutricionais. Cada porção tem um número determinado de calorias, de forma a estimular uma alimentação equilibrada e com proporcionalidade entre nutrientes e a moderação na ingestão de alimentos ricos em açúcares, gorduras, óleos e doces — que devem ser consumidos de forma esporádica.

Vejamos os grupos que compõem a pirâmide alimentar:

Alimentos energéticos

Estão na base da pirâmide alimentar e se destacam como alimentos essenciais e que devem ser consumidos nas refeições diárias. São representados pelos pães, massas, cereais, raízes e tubérculos, farinhas e arroz. São importantes fontes de carboidratos e fornecedores de energia para o dia a dia.

Alimentos reguladores

Destacam-se nesse grupo as frutas, verduras e legumes, fontes de vitaminas, minerais e fibras.

Alimentos construtores

Grupo composto por alimentos ricos em proteínas vegetais, fibras e ferros. Entre os representantes, estão o leite, iogurte, carne, ovos, leguminosas e queijo.

Alimentos energéticos extras

São alimentos que estão no topo da pirâmide alimentar e, por isso, devem ser consumidos com moderação. Como exemplo, se destacam doces, gorduras, óleos e açúcares.

Como usar a pirâmide para montar um plano alimentar?

A pirâmide alimentar oferece uma variedade de alimentos que podem ser escolhidos e oferecer ao corpo todos os nutrientes necessários para o bom funcionamento do organismo.

No entanto, é necessário o acompanhamento de um bom nutricionista para balancear as escolhas, pois o tipo de alimento e as porções diárias dependem do estilo de vida de cada indivíduo, do peso, da altura, da prática ou não de atividade física, entre outros fatores.

Com moderação e sem exageros, qualquer alimento pode ser consumido, desde aqueles que são fontes de açúcares e gorduras. Com um plano personalizado e inteligente, e sempre seguindo as recomendações, todos os alimentos podem se encaixar para chegar a uma boa alimentação — só é preciso fazer boas escolhas.

Agora que você já está por dentro de como funcionam os grupos da pirâmide alimentar, siga-nos nas redes sociais e acompanhe de perto todas as nossas novidades: estamos no Facebook e Instagram! Corre lá!

Deixe uma resposta