Conheça a importância do exame físico nutricional

O exame físico nutricional é um processo bem abrangente, empregado por profissionais  no mundo todo. Ele é a melhor forma de identificar sintomas de malnutrição em qualquer avaliação particular ou em casos mais graves, quando um paciente dá entrada em um hospital, por exemplo.

Neste post, traremos informações sobre o que é, quais são os métodos utilizados, explicando a sua importância na avaliação de sintomas de carência nutricional, além de evidenciar sua função no tratamento precoce do indivíduo. Não deixe de conferir!

O que é o exame físico nutricional?

Como já explicado, o exame físico nutricional é um processo bem abrangente, empregado para avaliar as condições nutricionais de um indivíduo. Formulado para identificar sinais de malnutrição, desnutrição, definindo necessidades nutricionais e criando parâmetros de monitoramento nutricional.

Quando um indivíduo é avaliado, perguntas devem ser feitas referentes a seu histórico médico, como o que tem ingerido na alimentação, medicamentos que são usados com frequência, além de alguns exames físicos, medidas antropométricas e dados laboratoriais.

Como funciona o exame?

Por meio de alguns critérios de avaliação nutricional, o paciente evidenciará resultados sobre sua condição nutricional, dando uma base para os profissionais envolvidos do que deverá ser feito. Os principais critérios a serem avaliados no exame físico nutricional são:

  • identificar o estado em que se encontra o paciente com relação ao prejuízo nutricional;
  • definir as necessidades individuais nutricionais daquele paciente (calóricas, proteicas, hídricas etc);
  • estimular a prática nutricional precoce, interferindo em hábitos alimentares que não são saudáveis;
  • criar referências ou parâmetros que possam ser seguidos para monitoramentos nutricionais.

O profissional de nutrição é a pessoa especializada, que sabe exatamente o que fazer em qualquer caso sobre o assunto. Dentro do exame físico nutricional, deve ser feita a avaliação antropométrica.

De acordo com o propósito do paciente, baseado na sua faixa etária e situação geral, o nutricionista poderá planejar e orientar, junto com a pessoa, ações que promoverão a melhora do estado nutricional

Avaliação antropométrica, o que é?

O termo antropometria vem do grego anthropo (homem) e metry (medida), podendo ser definido como a forma de medir a composição corporal como altura, peso, circunferência e dobras cutâneas de uma pessoa. Essas medidas são padronizadas por meio de cálculos matemáticos, que permitem determinar a quantidade da densidade corporal de um indivíduo ou o percentual de gordura do corpo.

Na área em que envolve a avaliação antropométrica, além de determinar a composição corporal e percentual de gordura corporal de um indivíduo, permite também predizer outros índices, como o Índice de Massa Corporal (IMC).

Quais são os instrumentos necessários e onde são usados?

O  adipômetro é o aparelho usado para mensurar as principais dobras cutâneas, que são:

  • tríceps;
  • bíceps;
  • subscapular;
  • peitoral;
  • antebraço;
  • auxiliar média;
  • supra-ilíaca;
  • abdominal;
  • coxa;
  • panturrilha.

Já para qualquer medida de circunferências a boa e velha fita métrica pode ser usada.

A Tecnologia que ajuda os nutricionistas

Para obter um ótimo plano alimentar, os melhores especialistas desenvolveram um aplicativo chamado Dietbox, voltado apenas para os nutricionistas. Ele é capaz de acelerar a velocidade em que a dieta é preparada para o paciente, entre vários outros benefícios.

O exame físico nutricional permite que os indivíduos sejam classificados em grupos, conforme o estado de cada paciente, sendo os nutricionistas os profissionais responsáveis por guiá-los no caminho da saúde e bem-estar.

Gostou do conteúdo? Então não deixe de conferir este texto sobre como calcular o plano alimentar de seus pacientes.

Deixe uma resposta