[Webinar] Dicas para agilizar seu atendimento no consultório

Sabemos que as consultas de Nutrição (principalmente a primeira) tendem a demorar mais do que o esperado, onerando a rotina do nutricionista. Além disso, o trabalho do nutri não se limita ao momento do consultório. É preciso preparo, gestão de agenda, atendimento, preparação do plano alimentar, engajar os pacientes, produzir conteúdo… ufa! A lista é grande! Para te ajudar nessa rotina tão puxada, listamos algumas dicas para agilizar seu atendimento no consultório. Confira:

1.Invista em softwares de nutrição

Usar a tecnologia a seu favor e otimizar processos é essencial em todo o seu ciclo de atendimento, da organização da agenda à fidelização dos pacientes. Os softwares para nutricionistas auxiliam não só no preparo dos planos alimentares, mas também na gestão completa do consultório de nutrição. Além de reduzir erros humanos, os softwares fazem você ganhar tempo e poupar esforços. Afinal, é possível concentrar tudo em só lugar, ter acesso à agenda via smartphone, calcular as dietas de forma automática e mais precisa, cobrar as consultas, fazer atendimento de forma remota por meio da videoconferência, e mais uma série de outras vantagens. 

2. Prepare-se antes da consulta 

Uma dúvida frequente dos nutricionistas é “O que posso adiantar com o paciente antes da primeira consulta?”. 

Graças à tecnologia, esse preparo pode começar muito antes do momento no consultório. Existem ferramentas, como o Questionário Pré Consulta, que permitem que o nutri otimize o tempo e deixa a anamnese mais objetiva. Ele nada mais é que um formulário em que o nutricionista envia perguntas como histórico, patologias, objetivos, comportamentos alimentares e necessidades para que o paciente preencha antes da visita. 

Assim, o nutri já terá riqueza de informações no momento da consulta, que será muito mais proveitosa com tudo isso em mãos. Poderá se dedicar totalmente a ouvir as dores, necessidades e desejos do paciente e indicar a melhor forma para que tudo isso seja possível. 

Em alguns softwares, como o Dietbox, o rastreamento metabólico também pode ser feito antes da consulta, enviando o mesmo por e-mail para o paciente. Com essas funcionalidades, você já poupa tempo e pode dedicar o momento da consulta somente para aquilo que for mais estratégico.

3.Evite distrações

Em tempos digitais, principalmente no home office, há muitas brechas para distrações. Aquela roladinha no feed que acaba levando mais tempo que o imaginado, por exemplo, pode se tornar uma verdadeira inimiga da sua produtividade. Sabemos o quanto estar presente nas redes sociais é importante para o nutricionista, mas vale deixar o smartphone de lado durante as consultas para que os compromissos sejam cumpridos com dedicação.

Por outro lado, uma pausa para descanso entre as atividades também é importante Isso ajuda a render mais e manter um nível alto de foco aos pacientes nos momentos necessários. Mesmo que sejam alguns minutos, a hora do intervalo deve ser aproveitada para um lanchinho, alongamento, tomar uma água ou mesmo checar mensagens e e-mails pessoais. 

4.Mostre uma visão geral do acompanhamento

Depois da maratona que inclui anamnese completa, exame físico, avaliação antropométrica e, muitas vezes, o próprio plano alimentar, não deixe de comentar com o seu paciente que este é apenas o primeiro passo. É importante que você deixe claro que serão necessárias mais X consultas e, de preferência, já deixar agendado o próximo retorno. Isso porque, muitas vezes, o paciente não tem consciência de que se trata de um acompanhamento a longo prazo. A transparência é fundamental para engajar seu cliente. Afinal, em tempos de imediatismo e ansiedade é comum que as pessoas achem que uma única consulta com o nutricionista possa resolver — magicamente — os seus problemas.

Os resultam dependem de esforços de ambas as partes. Assim, faça uma estimativa de quantas consultas são necessárias para alcançar objetivos concretos. Avise a frequência em que o plano alimentar deverá ser atualizado, que as estratégias podem mudar conforme a obtenção de resultados, enfim, que um único plano alimentar obviamente não dá conta de resolver a situação e que as prescrições do nutri devem acompanhar as mudanças de vida do paciente. 

5.Invista num canal de contato

Ok, agora você já fez em consultório tudo que podia pelo paciente. Mas como ir além e alcançar um atendimento nutricional de excelência? Uma boa dica nesse sentido é investir em um canal de interação com seus pacientes. Pode ser por envio de e-mails, publicações nas mídias sociais ou simplesmente ficar disponível para dúvidas pelo chat do seu software de nutrição. O importante é que eles se sintam à vontade e tenham um meio claro para fazer perguntas, sentindo-se amparados nos períodos entre os retornos. 

No entanto, fique atento para que isso não vire uma consulta. Esse tipo de serviço é mais para tirar dúvidas pontuais e motivar seus clientes a continuarem focados e comprometidos. Com esse auxílio, as consultas também tendem a ficar menos longas e mais leves, pois o paciente não acumulará tantos anseios a cada visita.

Para ajudar ainda mais, assista ao vídeo da nutricionista Luiza Ferracini explicando como agilizar a consulta no dia a dia usando o Dietbox: 

Cadastre-se Grátis no Dietbox

Deixe uma resposta