Dieta cetogênica vegana

É possível prescrever uma dieta cetogênica vegetariana, porém, como toda a dieta restritiva os ajustes são finos e exige muita força de vontade para seguir.

Os efeitos colaterais ao longo da dieta são os mesmos da cetogênica (irritação, sede, desidratação, cetose, bafo, mau humor…). No entanto, os alimentos possuem fibras e zero colesterol. O que faz a dieta ser muito mais saudável para o organismo nos processos de emagrecimento.

Especialmente porque quem opta pela estratégia da cetogênica já tende a estar em um estado inflamatório subclínico, com diversas doenças associadas ao sobrepeso e obesidade, como hipercolesterolemia, triglicérides elevado, dentre outros.

Ela pode ser prescrita para ovolactovegetarianos e também parar vegetarianos estritos ou veganos.

Para os vegetarianos estritos, a lista de alimentos é mais restrita, pois não terá os laticínios e ovos.

Os efeitos colaterais que podem ser minimizados com suplementação e ajustes corretos

Exercícios de respiração e a própria meditação ajudam a controlar a fome e mudanças de humor.

Dores de cabeça e cansaço nos primeiros dias são efeitos comuns, mas tendem a reduzir.

Dicas gerais

Feijão, uma das principais fontes de proteína da dieta veg – 100g possui: 4g PTN e 13,6 de carboidrato

  1. Média de consumo de carboidrato na dieta: 30 – 70 gramas (dependendo do metabolismo e do peso).
  2. Os alimentos de origem vegetal têm uma quantidade maior de carboidrato do que de proteínas de origem animal. Por isso devemos ter muita atenção nas quantidades.

Lista de alimentos que podem ser usados na dieta cetogênica

  • Chia
  • Gergelim
  • semente de girassol
  • brócolis, cogumelos
  • aspargos
  • Brotos e grãos germinados
  • salada crua principalmente folhas
  • Tofu
  • Chips de couve
  • Snacks de linhaça e outras sementes (ótimos para dar saciedade)
  • Suplementação de proteína (média 24g de ptn e 3g de carboidrato)
  • Óleos como de gergelim, linhaça, chia, abacate ajudam a reduzir processo inflamatório e dão saciedade
  • Nutritional yeast
  • Algas (spirulina, clorella, agar agar)

Algumas considerações

  1. O cálculo deve ser realizado no aplicativo de dieta para que não hajam erros.
  2. Usar suplementação de fibras, probióticos, proteínas
  3. Necessário conhecer muito bem os alimentos e seus componentes nutricionais
  4. Não é indicada para: gestantes, crianças e adolescentes
  5. Atrapalha ciclos de treinamentos voltados principalmente para hipertrofia
  6. Não prescreva sem antes testar em os efeitos da dieta em você

 

Espero que tenham ajudado na sua prática clínica.

 

Vanessa Menck

Nutricionista Esportiva e Chefe de Cozinha, CRN: 39.647

Mestrado e Especialização pela Unicamp e Unifesp

 

Cursos Online: www.nutricaovegetariana.com

Site: www.nutrivanessamenck.com.br

Instagram: @vanessamencknutri

Yotube: Vanessa Menck nutricionista

 

*O texto é de inteira responsabilidade do(a) autor(a) e não reflete a opinião da empresa. O blog é aberto caso outro(a) profissional queira escrever um contraponto.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Deixe uma resposta