Exames laboratoriais e suplementação em crianças vegetarianas

Não há um consenso de qual a melhor hora para realizar exames sanguíneos  em crianças. Isso vai depender da saúde da criança no geral. Uma criança saudável, que apresenta crescimento e ganho de peso dentro da curva de crescimento e não apresenta nenhuma alteração, não há pressa para realização.  .

Caso seja necessário o profissional vai decidir quais exames devem ser realizados.

Isso também vale os pequenos vegetarianos ou veganos!

Percebo que os profissionais ou até mesmo a família na ânsia de garantir que a criança vegetariana esteja em plena saúde acabam realizando exames laboratoriais mais cedo do que habitual e com bastante frequência. Porém a criança vegetariana/vegana não corre maior risco de deficiências nutricionais quando comparada a criança onívora. Então porque esse desespero com os pequenos vegetarianos?

Pura falta de informação.

Se tudo corre bem, então para que desespero? Agora se alguma coisa acontecer durante o caminho talvez os exames ajudem no diagnóstico seja a criança vegetariana ou não.

O médico e o nutricionista da criança devem avaliar com cuidado e decidir se há necessidade ou não para a realização de exames sanguíneos.

Quanto à suplementação, ela poder usada para corrigir deficiências especificas ou evitar as deficiências comuns na infância.

É recomendado que as crianças recebam suplementação  de vitamina A e D desde o nascimento e suplemento de ferro à partir do sexto mês de vida. Todos os cuidados com a suplementação de crianças é igual à de crianças onívoras. O único nutriente que deve receber maior atenção é a vitaminas b12. Porém se a criança é amamentada a suplementação deve ser feita para a mãe, e adequada de acordo com o achado no exame laboratorial, já que o nível dessa vitamina presente no leite sofre alterações de acordo com os níveos sanguíneos maternos. Não há necessidade de suplementação de zinco ou outros nutrientes aleatoriamente, já que a amamentação ou a alimentação vegetariana é capaz de suprir todos os nutrientes. Caso a criança por algum motivo realize algum exame laboratorial e a deficiência de algum nutriente seja identificada, a suplementação deverá ser feita de forma individualizada, tanto para a criança vegetariana ou onívora.

Portanto os cuidados com a criança vegetariana são os mesmos da criança onívora. Toda criança deve receber a suplementação recomendada pelos Órgãos competentes e ter acesso a uma alimentação saudável e variada.

 

Aline Camargo Vieira

Nutricionista

www.nutrialinevieira.com.br

@nutrialinevieira

Deixe uma resposta