Formação em Nutrição: 4 dúvidas dos profissionais que estão entrando no mercado!

Você se dedicou à faculdade e conseguiu concluir a formação em Nutrição. Ótimo, não é mesmo? No entanto, sabemos mais do que ninguém que esse período que engloba o término da graduação e o início da entrada no mercado de trabalho pode gerar várias dúvidas entre os profissionais.

Afinal de contas, quais são os próximos passos a serem tomados? Como abrir meu próprio consultório? Devo fazer uma especialização ou isso não é tão importante assim no começo de carreira?

Foi justamente pensando em responder a estes e outros questionamentos que preparamos este post. Vamos acompanhar?

1. Como tornar o meu currículo atraente?

Essa, na verdade, é uma dúvida recorrente entre os recém-formados de todas as áreas. Com todos os anos dedicados à graduação, é comum ter pouca experiência na área de atuação. No entanto, isso não é motivo para se preocupar.

Para tornar o seu currículo de nutricionista atraente, você pode inserir os estágios e/ou cursos de extensão que realizou durante sua formação em Nutrição, além de certificados, participação em eventos, entre outros. Outra opção, sobre a qual falaremos mais adiante no post, é investir em uma especialização.

2. O que tenho de fazer para abrir meu próprio consultório?

O sonho de grande parte dos formados em Nutrição é, certamente, abrir o próprio consultório. Ao concluir a graduação, é bastante possível que você já tenha considerado essa opção, não é mesmo? No entanto, é preciso entender que montar um empreendimento como esse é uma tarefa que requer conhecimento e investimento.

Por isso, é preciso parar para pensar: será que eu estou realmente pronto para abrir o meu próprio consultório? Já tenho uma demanda de clientes para começar? Conto com experiência suficiente para investir? Será que não é melhor começar em empregos que me permitam crescer e aprender mais?

Considere todas essas questões e, assim, você saberá responder sua dúvida com mais certeza.

3. Como posso aumentar a minha network? 

Criar e manter uma boa rede de contatos profissionais (network) é peça-chave para quem está ingressando no mercado. Quando se mantém conexões como essas, não só é possível trocar experiências, ideias e formar parcerias, como também ter acesso mais fácil a boas colocações na área.

Conhecendo as suas habilidades e objetivos, os seus contatos profissionais certamente se lembrarão de você quando surgir alguma oportunidade alinhada ao seu perfil. Interessante, não?

Agora, se você tiver dúvidas sobre como aumentar a sua network, saiba que existem algumas dicas muito importantes nesse sentido, como: 

  • participar de eventos e workshops na área de Nutrição;
  • utilizar as redes sociais (sobretudo as profissionais, como o LinkedIn) para estabelecer conexões. 

4. Devo me especializar?

O mercado atual é marcado pelos altos níveis de exigência e competitividade, o que não poderia ser diferente para a área de Nutrição. Com cada vez mais profissionais qualificados em busca de boas colocações, contar com uma especialização deixou de ser apenas um diferencial e agora é indispensável para aqueles que desejam alçar voos mais altos.

Sendo assim, o mais indicado para o nutricionista recém-formado é não parar na graduação. A educação continuada é uma excelente forma de expandir o conhecimento e, consequentemente, abrir oportunidades.

Essas foram algumas das principais dúvidas que afligem os profissionais que concluíram uma formação em Nutrição. Os anseios no início de qualquer carreira são comuns, no entanto, quando se tem o conhecimento necessário em mãos, é possível driblar desafios e dar início a uma trajetória de sucesso.

Falando sobre conhecimento, que tal aproveitar a visita no blog para conferir nosso artigo sobre as melhores opções de especializações em Nutrição? Esperamos você por lá!

Deixe uma resposta