Mídias sociais para nutricionistas: o que prevê o código de ética?

Não há dúvida alguma de que as mídias sociais tornaram-se parte do cotidiano das pessoas na atualidade. Nesse sentido, as empresas e os profissionais que querem divulgar seus produtos e serviços encontram nesses canais uma oportunidade para interagir com o seu público-alvo.

Contudo, quando falamos dos profissionais de saúde, é necessário ter atenção para que essa atividade não esbarre nos princípios éticos da profissão. Neste artigo nós falaremos sobre a importância das mídias sociais para nutricionistas e como realizar um trabalho correto e seguro no ambiente online.

Acompanhe!

A importância das mídias sociais para nutricionistas

Entre outras facilidades, a internet permite a busca de informações sobre saúde e bem-estar de forma simplificada. Se antigamente as pessoas compravam livros de dietas ou revistas especializadas para informar-se sobre alimentação, atualmente elas conseguem ler blogs, ver vídeos, seguir perfis nas redes sociais e ter acesso a conteúdos bem ricos.

Em meio a tantas informações, o conteúdo postado por profissionais especializados ganha destaque —afinal, eles são autoridades no assunto. É interessante, então, que os nutricionistas aproveitem essa oportunidade para ganhar credibilidade e conquistar mais pacientes.

O que prevê o código de ética do nutricionista

Código de Ética do Nutricionista contempla uma série de orientações relacionadas à publicidade. A seguir, destacamos os seus principais pontos:

Relativamente à publicidade, é vedado ao nutricionista:

Art 56

  • na divulgação de informações ao público, utilizar estratégias que possam gerar concorrência desleal ou prejuízos à população;
  • promover suas atividades profissionais com mensagens enganosas ou sensacionalistas;
  • alegar exclusividade ou garantia dos resultados de produtos, serviços ou métodos terapêuticos.

Art 63

  • fazer publicidade ou propaganda em meios de comunicação com fins comerciais, de marcas de produtos alimentícios, suplementos nutricionais, fitoterápicos, utensílios, equipamentos, serviços ou nomes de empresas ou indústrias ligadas às atividades de alimentação e nutrição.

Dicas para atuar de forma segura nas mídias sociais

A seguir, separamos algumas dicas para que a sua atuação nas redes sociais esteja de acordo com o que explicamos anteriormente. Confira!

Publique conteúdos criativos

Para conquistar a atenção das pessoas sem usar recursos sensacionalistas do tipo “emagreça 5 quilos em uma semana”, é importante que você ofereça um conteúdo rico e exclusivo. Pense no seu público-alvo: são pessoas que buscam o emagrecimento? Uma melhor qualidade de vida? Atletas? Mulheres?

Após definir com quem deseja falar, você pode investir em um blog, em perfis nas redes sociais e em vários outros canais. Sempre que necessário, cite as referências das informações passadas — como estudos ou bibliografia.

Lembre-se de que, nesse primeiro momento, o objetivo é solucionar algumas dúvidas gerais. Se a pessoa considerar que o conteúdo é de qualidade, ela se sentirá segura para procurar um atendimento individual.

Uma dica é utilizar o Canva um site que te ajuda a alimentar suas redes sociais com qualidade, de maneira fácil e gratuita.   

Não divulgue preços de consultas

Será natural que as pessoas façam perguntas que necessitem de uma consulta individual para serem respondidas. Nesse momento, oriente para que elas procurem um especialista. Mostre-se disponível, mas deixe claro que os seguidores têm a liberdade de buscar outros profissionais.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Se começarem a solicitar valores de consultas, não exponha essa informação publicamente. Informe um e-mail ou telefone e peça para que entrem em contato diretamente com você.

Como utilizar as mídias sociais para atrair mais pacientes?

Entenda como funcionam as mídias sociais

Antes de criar um perfil para o seu consultório em cada uma das redes sociais, é preciso entender como elas funcionam e quais são as mais indicadas para o seu tipo de público — afinal, você precisa estar onde os seus pacientes estão.

Assim, pesquise antes sobre quais são as funcionalidades das principais redes — como Facebook, Instagram e Twitter — e entenda as estratégias mais eficazes para atrair e engajar seguidores, pacientes ou futuros pacientes em cada uma.

O Instagram, por exemplo, é uma rede essencialmente imagética, o que a torna uma ferramenta interessante para a divulgação de fotos de inspiração, vídeos curtos, imagens com dicas e curiosidades. O Facebook, por sua vez, pode ser o lugar adequado para compartilhar blogposts.

Planeje campanhas de marketing

De nada adianta estar nas redes sociais se você não conta com uma estratégia de marketing digital para colher os devidos resultados. Afinal, ter um número alto de seguidores não basta se nenhum deles realmente estiver interessado em tornar-se paciente da sua clínica.

Com o marketing de conteúdo, por exemplo, você pode atrair leads por meio da publicação de conteúdos valiosos para o seu público-alvo. Eles o verão como autoridade no assunto e, sendo nutridos com suas publicações, têm grandes chances se transformarem em pacientes.

Mantenha um canal aberto de comunicação e interação com o público

É preciso ter em mente que as redes sociais devem funcionar como uma via de mão dupla na comunicação entre público e nutricionista. Não adianta ler as mensagens que receber. Ao abrir esse canal, você deverá estar disposto a responder as dúvidas de seus seguidores e investir na interação com eles.

Além disso, você deve sempre prezar pela rapidez na interação. Afinal, uma pessoa que utiliza uma rede social para tirar suas dúvidas busca por soluções de modo prático e com agilidade. Caso contrário, ela optaria por lhe mandar um e-mail ou deixar uma mensagem em seu site.

Ofereça conteúdos relevantes e que agreguem valor

Para que a sua estratégia nas redes sociais de fato funcione, é necessário oferecer aos seus seguidores conteúdos relevantes e que realmente agreguem valor para eles. Assim, eles passarão a confiar em você, já que lhe terão como autoridade no assunto — como já mencionamos.

Se isso não for feito, é muito provável que essas pessoas simplesmente não pararão para ler o que você está publicando — diminuindo, assim, as chances de que elas se interessem pelo seu serviço.

Assim, baseie a produção desse conteúdo nas dicas relacionadas ao seu segmento de mercado. Além disso, se você conta com um diferencial no seu atendimento — como um bom software de nutrição — tente explorá-lo em suas postagens.

Seja claro e honesto nas informações

Ao publicar conteúdos que não sejam honestos você quebrará a confiança de seus seguidores, o que diminuirá as chances de convertê-los em clientes.

Além disso, como já apontado, é preciso conquistar a atenção das pessoas sem apelar para o lado sensacionalista da produção de conteúdo, como a utilização de títulos que não condizem com o que será abordado no texto (os famosos clickbaits) ou chamadas apelativas como “clique e veja como perder 10 quilos em um mês”.

Viu como é possível explorar essa estratégia de forma segura? Neste artigo, mostramos a importâncias das mídias sociais para nutricionistas e como realizar esse trabalho de acordo com o código de ética do nutricionista e do Conselho Federal de Nutrição (CFN). Agora é só colocar a mão na massa e conquistar muitos pacientes!

Gostou do artigo de hoje? Para continuar a leitura de conteúdos relevantes sobre o assunto, faça o download gratuito do nosso e-book sobre como criar um relacionamento com os seus pacientes!

Deixe uma resposta