Nutrição escolar: as principais atividades do nutricionista

A alimentação nas escolas representa um papel primordial de nutrir crianças e adolescentes durante uma importante fase de desenvolvimento e de aprendizado. Se realizada de forma adequada, a Nutrição escolar pode, até mesmo, auxiliar a redução de problemas relacionados à má alimentação — como a obesidade e as deficiências nutricionais.

Sendo assim, os profissionais envolvidos nesse âmbito, principalmente nutricionistas, devem ser orientados e conduzidos para garantir a eficiência e a qualidade da alimentação nas escolas. Quer saber como alcançar isso? Continue lendo para conferir!

>> Quer saber qual seu estilo no momento de investir no relacionamento com seus pacientes? Acesse nosso infográfico e descubra agora! <<

Veja as etapas para garantir uma Nutrição escolar adequada

Existe uma variedade de atividades que devem ser realizadas por um nutricionista para garantir que a Nutrição escolar seja adequada. Confira, a seguir, quais são as principais!

Planejamento do cardápio

Para começar, é necessário criar um cardápio escolar para um longo período. A composição deve ser variada para que possa fornecer os nutrientes adequados e ajudar na prevenção de doenças. Além disso, também deve ser acessível a crianças com restrições alimentares.

Análise do valor nutritivo da merenda

Após criar o cardápio a ser oferecido dentro das escolas, é necessário avaliar seu valor nutricional para certificar-se de que cada refeição consiga atingir a quantidade de micro e macronutrientes necessárias para o organismo — sem que exceda em nenhum deles.

Teste de acessibilidade

Nessa etapa, os produtos e os alimentos do cardápio devem passar por uma análise sensorial — ou seja, uma análise da aparência, do cheiro, do sabor etc. Os envolvidos no teste devem ser os profissionais que participam do planejamento da alimentação e as crianças e os adolescentes que recebem a merenda.

O teste é essencial para mensurar a aceitação dos alimentos, evitando desperdícios dos recursos e garantindo a alimentação da maior parte das crianças, a fim de nutri-las no período em que estão dentro da escola.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

>> Você trabalha para viver ou vive para trabalhar? É uma pergunta clichê, mas que diz muito sobre como você gerencia seu trabalho e como isso está impactando na sua vida pessoal. Baixe gratuitamente nosso E-BOOK: “Controle financeiro para nutricionistas” AQUI! <<

Conheça alguns parâmetros que auxiliam o trabalho do nutricionista

Agora que você já conhece as principais atividades do profissional responsável pela Nutrição escolar, é importante estar por dentro de alguns parâmetros e ferramentas que tem o intuito de auxiliar o seu trabalho. Veja!

Normas do PNAE

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), guiado pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC), tem como objetivo assegurar o repasse de verbas federais para a merenda escolar, além de ditar normas para uma alimentação balanceada.

De acordo com o PNAE, a alimentação da escola deve compor 15% das necessidades nutricionais das crianças e adolescentes. Além disso, é essencial estar atento a outras diretrizes do PNAE, como a limitação na quantidade de doces e sódio na merenda.

Ferramentas de apoio ao nutricionista

As ferramentas de apoio ao nutricionista estão disponíveis gratuitamente para assessorar o profissional nessa tarefa tão importante, de maneira a facilitar o trabalho e promover a qualidade dele.

Entre elas, podemos citar o Manual de Boas Práticas na Alimentação Escolar — um guia criado para auxiliar o fornecimento de refeições seguras em relação a higiene — e o IQ COSAN — uma ferramenta disponível no programa Excel, que analisa as refeições por meio de pontuações.

Sendo assim, para garantir a Nutrição escolar é essencial seguir algumas etapas e estar atento às normas do PNAE, além de utilizar algumas ferramentas de apoio. Dessa forma, é possível fornecer uma alimentação balanceada e que seja adequada para a idade e o meio em que é fornecida, garantindo a Nutrição e ajudando na prevenção de doenças.

>> Descubra como a tecnologia pode te ajudar a aumentar e melhorar o relacionamento com seus pacientes. Baixe gratuitamente nosso E-BOOK AQUI! <<

Gostou de saber mais sobre as principais atividades de um nutricionista dentro da Nutrição escolar? Assine já a nossa newsletter e fique por dentro de mais conteúdos relevantes como este!

Deixe uma resposta