Nutrição X síndrome dos ovários policísticos (SOP)

A síndrome dos ovários policísticos (SOP) é o distúrbio endócrino que acomete cerca de 6% a 10 % das mulheres na idade reprodutiva e geralmente é identificada na adolescência . Para o diagnóstico devem estar presentes pelo menos duas das três condições que são a oligovulação ou anovulação, hiperandrogenemia e a presença de ovário policístico na ultrassonografia . Mas para confirmar positivo para SOP deve ser excluída outras patologias com quadro clinico idêntico, tais como as hiperplasias adrenais congênitas, sindrome de Cushing , neoplasias androgênicas e hipotireoidismo .

A SOP pode ocasionar disfunção menstrual, infertilidade, hirsutíssimo, acne, síndrome metabólica (SM), diabetes mellitus (DM), hipertensão arterial, doenças cardiovasculares (DC), sensibilidade à insulina (RI), dislipidemias e obesidade . Independente da presença de obesidade, 25 a 50% das portadoras de SOP, apresentam algum grau de RI nos tecidos muscular e adiposo relacionado a alterações intrínsecas nos receptores da insulina. Cabe ressaltar que é uma síndrome de caráter metabólico porque os sinais mais relevantes na etiopatogenia da SOP são a RI e a hiperinsulinemia compensatória que aumenta a probabilidade de desenvolver DM, SM e DC .

A melhora da sensibilidade à insulina, do hiperandrogenismo e da capacidade reprodutiva, acontece com a mudança nos hábitos de vida . O tratamento dietoterápico e atividade física são de grande importância para o tratamento da SOP visto que nas portadoras de SOP com sobrepeso e obesidade a perca de 2% a 7% do peso corporal é capaz de melhorar o hiperandrogenismo e a anovulação . A terapia nutricional das pacientes com SOP tem a função de reduzir a resistência à insulina, provocar o emagrecimento e corrigir o excesso ou a carência nutricional, através de um plano alimentar balanceado .

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

A terapia nutricional na Síndrome do ovário policístico é fundamental para minimizar os efeitos causados pela ocorrência da síndrome, visto que estes efeitos interferem de forma direta na vida dos pacientes.

 

Nutricionista Desiane de Carvalho Moresi Brum – CRN4-14100833

Pós Graduada em Nutrição Clínica Funcional  e Estética.

Pós Graduada em Nutrição Materno Infantil  .

Pós Graduada em Nutrição Fitoterápica e Suplementação na Pratica Clínica e Esportiva.

Pós Graduanda em Transtornos Alimentares, Obesidade e  Cirurgia Bariatrica.

 

Deixe uma resposta