O sono e sua relação com resultados

Você treina a muito tempo, faz dieta e não tem resultados? isso pode estar ligado a falta de uma boa noite de sono, afinal, é quando dormimos que produzimos hormônios importantes, como: Melatonina, Leptina e GH e o Cortisol. O equilíbrio desses hormônios vai influenciar no emagrecimento, no ganho de massa muscular e na perda de gordura corporal.

Quanto dormimos um sono profundo produzimos vários hormônios, alguns deles: MELATONINA– Hormônio que aumenta a sensibilidade a insulina, melhorando a captação de glicose nas células; Noites mal dormidas, provoca uma menor produção de melatonina, podendo levar juntamente a outros fatores, à RESISTÊNCIA A INSULINA, condição em que as nossas células passam a depender de uma quantidade maior de insulina para conseguir absorver a glicose do sangue, que a longo prazo pode levar ao diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares. LEPTINA– Durante o sono ocorre maior liberação da leptina, hormônio responsável pela sensação de SACIEDADE, produzida no tecido adiposo; quanto mais deficiente for seu sono, menor quantidade de leptina, menos saciedade è + FOME e maior a vontade de ingerir carboidratos, especialmente os de alto índice glicêmicos (doces, pães, frituras); é uma forma do corpo “compensar” toda a desordem causada! Quando dormimos bem, conseguimos fazer melhores escolhas alimentares. CORTISOL– Noites mal dormidas aumentam o nível de cortisol; níveis altos de cortisol é um dos fatores que contribui para o armazenamento de gordura abdominal; durante o dia temos alguns picos de cortisol, sendo o maior deles entre 6 e 9 da manhã; a luz tende a aumentar o cortisol, então ficar à noite com a luz do celular, televisão e afins ligada, aumenta seu nível de cortisol e inibe a produção de melatonina, prejudicando a QUALIDADE do seu sono. GH: o pico de produção do hormônio do crescimento (GH, sigla em inglês, Growth Hormone) ocorre durante a primeira fase do sono profundo, aproximadamente meia hora após uma pessoa dormir; entre outras funções, ele ajuda a manter a massa muscular, evita o acúmulo de gordura, melhora o desempenho físico e combate a osteoporose.

Riscos provocados pela falta de sono a longo prazo: falta de vigor físico, envelhecimento precoce, perda de massa muscular, comprometimento do sistema imunológico, tendência a desenvolver obesidade, diabetes, doenças cardiovasculares e gastrointestinais e perda crônica da memória. Resumindo, uma noite mal dormida pode te causar: Mais FOME; Maior procura por alimentos calóricos, e menos nutritivos; Diminuição da massa muscular; Aumento do percentual de gordura; Estresse; Queda no rendimento físico e cognitivo. Então um conselho: saia do celular, crie uma rotina antes de dormir que te ajuda a desacelerar e vá dormir pelo menos de 7 a 8 horas por noite (crianças:  9 a 11 horas)!

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

 

JULIANA VELOSO NUTRICIONISTA
CRN-9: 21891
34 99992-9847
Instagram: @julianavelosonutri

 

*O texto é de inteira responsabilidade do(a) autor(a) e não reflete a opinião da empresa. O blog é aberto caso outro(a) profissional queira escrever um contraponto.

Deixe uma resposta