Pedro Escudero: saiba quem foi o pai do estudo nutricional

Se você é nutricionista ou estudante da área, certamente já ouviu falar em Pedro Escudero, não é mesmo? Afinal, Pedro é o pai do estudo acadêmico nutricional que desenvolveu leis para uma boa alimentação, reconhecido mundialmente como professor e doutor especializado em Nutrição.

Foi sua trajetória que estimulou o surgimento dessa graduação e, por isso, é tão importante para quem se interessa pela área. Neste post, elencamos informações e curiosidades relevantes sobre Pedro Escudero e apresentamos suas quatro leis que, criadas em 1937, ainda são consideradas a base sólida de uma alimentação saudável para que você possa se inspirar. Siga conosco e saiba mais!

Pedro Escudero: um pouco da sua história

Nascido em Buenos Aires em 11 de agosto de 1877, Pedro Escudero graduou-se como médico na Faculdade de Ciências Médicas, recebendo uma medalha de honra pelo seu desempenho acadêmico.

Em seus primeiros anos como profissional, montou um consultório no bairro Barracas, em Buenos Aires. Logo, passou a integrar a equipe do Hospital Rawson, onde, por 23 anos, foi chefe de serviço. Durante toda a sua trajetória profissional, se preocupou com os estudos nutricionais e desenvolveu pesquisas acerca do tema, até então muito pouco desenvolvido.

Escudero foi, portanto, o criador da especialidade em nutrição, sendo mestre de muitos médicos argentinos e de toda a América Latina, que o procuravam para entenderem mais sobre os aspectos nutricionais. Ele foi professor de Medicina na Universidade de Buenos Aires.

Nessa época, os estudos nutricionais ainda não eram vistos como uma ciência isolada e não haviam profissionais graduados em nutrição, apenas médicos especializados na área. No entanto, foram os estudos de Escudero que muito contribuíram para que a profissão de nutricionista surgisse.

Instituto Nacional de Nutrição da Argentina, a principal obra de Pedro Escudero

Criado pelo Dr. Escudero em 1938, o Instituto Nacional de Nutrição da Argentina foi responsável por uma intensa atividade de investigação nos campos da biologia, da economia, da psicologia e dos aspectos socioculturais relacionados à alimentação e à nutrição.

O instituto desenvolveu três grandes áreas dos estudos nutricionais: a investigação, a docência e a informação e assessoramento. Assim, não só nutricionistas, mas diversos profissionais da área da saúde, como médicos, enfermeiros e psicólogos, passaram pela instituição, se especializando em nutrição.

As organizações públicas e privadas da Argentina também eram amparadas pelo instituto, que fazia investigações e informava o governo sobre os problemas que afetavam a nutrição da população.

Dia do Nutricionista: uma homenagem ao Dr. Escudero

Toda a América Latina celebra o Dia Latino-americano do Nutricionista em 11 de agosto. A data coincide com o dia do aniversário de Pedro Escudero e foi estabelecida como homenagem ao notório médico e professor. No Brasil, o Dia Nacional do Nutricionista é comemorado em 31 de agosto, data da inauguração da Associação Brasileira de Nutricionistas, em 1949.

Além disso, na Argentina, também existe o Prêmio Pedro Escudero, que contempla anualmente os profissionais que se destacam no estudo ou tratativa do diabetes, uma das principais áreas trabalhadas pelo pesquisador.

As 4 Leis de Pedro Escudero

As 4 Leis de Escudero expressam orientações para uma prática alimentar que garanta crescimento, desenvolvimento, manutenção e recuperação ideais para o organismo humano, e são: a Lei da Quantidade, da Qualidade, da Harmonia ou do Equilíbrio e a Lei da Adequação.

Lei da Quantidade

Para Escudero, os alimentos devem ser absorvidos em uma quantidade suficiente para manter o organismo em equilíbrio, tanto nas suas condições energéticas quanto nutricionais mas esses valores variam de acordo com as características de cada pessoa como idade, sexo, estado de saúde e atividades físicas.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Uma boa alimentação deve ser composta pelos seguintes grupos funcionais:

  • água;
  • carboidratos;
  • vitaminas;
  • fibras;
  • minerais;
  • proteínas;
  • gorduras.

Portanto, para manter a vitalidade é necessário ingerir quantidades especificas desses complexos pois a falta ou excesso de qualquer um dos grupos compromete todo o funcionamento do organismo.

Lei da Qualidade

Os nutrientes ingeridos tem a função de fornecer energia para as células, portanto a qualidade da alimentação está diretamente relacionada a qualidade da energia produzida por ela.

Considerando que nenhum alimento é completo isoladamente, essa Lei estabelece a necessidade imprescindível de um cardápio variado e rico em nutrientes para oferecer ao organismo todas as substâncias que o integram, possibilitando um bom desempenho do corpo humano.

Então, quanto mais colorida e diversificada forem às refeições, mais diversidades de nutrientes são ingeridos e maior a chance de todos os órgão operarem corretamente.

Escudero dita que uma boa refeição deve ser composta pelos macronutrientes (carboidratos, proteínas e as gorduras) e os micronutrientes (vitaminas, minerais, água e fibras).

Quando nos alimentamos adequadamente, os efeitos logo podem ser notados como uma melhor disposição para executar tarefas, sono tranquilo e controle das emoções. Do mesmo modo, a ingestão incorreta de alimentos atrapalha todo o funcionamento do organismo.

Lei da Harmonia ou do Equilíbrio

Os alimentos têm funções complementares, sendo classificados em energéticos, reguladores e construtores — de acordo com suas características e composição. Uma vez que estes não atuam isoladamente, a terceira lei determina a necessidade da correta proporcionalidade entre eles para que sejam bem aproveitados pelo corpo.

Os energéticos são os carboidratos, encontrados nos cereais e seus derivados, que funcionam como combustível, fornecendo energia e calor. Os reguladores são as vitaminas, sais minerais e fibras, encontrados nas frutas, legumes e verduras, regulam as funções do organismo, evitando e ajudando a combater doenças. Os construtores — as proteínas, promovem o crescimento, formando ossos, pele, dentes, unhas, cabelos etc. São encontrados nas carnes, ovos, leite e leguminosas.

Portanto, é fundamental que proteínas, carboidratos e gorduras estejam em harmonia nas refeições porque o exagero ou deficiência de um deles implica diretamente na efetiva saúde do organismo. De forma genérica, essa lei estabelece a seguinte relação percentual: carboidratos, de 45 a 55%; proteínas, de 15 a 20%; lipídios, de 30 a 35%.

Lei da Adequação

A última lei de Pedro Escudero denota que a proporcionalidade exata dos nutrientes deve corresponder as necessidades de cada pessoa, respeitando as características individuais e os ciclos de vida, da infância à fase adulta, assim como seu estado emocional, fisiológico e mental.

Saber se a pessoa está grávida ou não, se é portadora de doenças e quais são seus hábitos alimentares é fundamental para prescrever uma alimentação harmônica, em que não haja falta ou excesso de nenhum nutriente em suas refeições.

Para Pedro Escudero, a correta utilização da matéria e da energia impacta diretamente no metabolismo do ser humano, por isso, contar com o apoio de um nutricionista é muito importante para chegar nas proporções ideais, que fornecerão a energia adequada para a realização das tarefas do dia a dia, e para a qualidade de vida.

Gostou de saber um pouco mais sobre as leis de Pedro Escudero? Que tal compartilhar este artigo em suas redes sociais para que mais pessoas conheçam esse grande profissional?

Deixe uma resposta