Quem come jaraqui não sai mais daqui?

Olha, se isso é verdade verdadeira eu não sei, mas que deve influenciar, ah deve! Pense num peixe Amazônico gostoso é esse tal de jaraqui.

Na verdade, ele é um dos mais populares da Amazônia, fácil de ser encontrado o ano inteiro, de valor monetário bem baixo, extremamente popular, com um sabor peculiar e de grande valor nutricional também.  Mede entre 15 e 20 centímetros, tem menos quantidade de gordura se comparado ao Matrinchã, por exemplo, sendo classificado como um peixe magro ou semigordo.   Em média, o filé de jaraqui possui 5,4% de gordura e o peixe inteiro 11%, com 170 kcal a cada 100g.  Entretanto, o teor de gordura varia de acordo com o período que é pescado.  Já se é sabido, através de estudos feitos pelo Instituto Nacional de Pesquisas do Amazonas (INPA), que o jaraqui apresenta uma grande proporção de ácidos graxos insaturados como o Ômega 3, bem mais até, do encontrado em outras espécies de peixes como o pacu, o aracu e a branquinha.  Vale ressaltar que o ômega 3 é excelente para auxiliar na manutenção de níveis saudáveis de triglicerídeos, é bom para o coração, diminui colesterol, regula a pressão arterial, é bom para a visão e para o cérebro, combate a depressão…ou seja, além de saborear um peixe super saboroso, você ainda se previne contra várias doenças e auxilia no seu crescimento humano.

O jaraqui também possui sais minerais importantes para a nossa dieta como cálcio, ferro, zinco, sódio, potássio e selênio.  Aliás, o picadinho do jaraqui servido na merenda escolar, contribui para a evolução corpórea dos alunos, considerando que existe o cálcio em boa quantidade nas espinhas trituradas para a produção deste picadinho.

No interior do Amazonas, é facilmente encontrado servido no café da manhã. Isso mesmo! No lugar de pão e café com leite, come-se jaraqui frito com farinha. Deve ter muita gente agora, relembrando o passado, hein?

A espécie é facilmente encontrada em feiras, mercados, supermercados e restaurantes, com uma variedade de pratos, como caldeirada, frito, assado de brasa, escabeche, picadinho, e até mesmo o jaraqui ao tucupi! Quando for comprar o seu jaraqui, observe alguns detalhes: se a pele está firme, úmida e sem a presença de manchas; os olhos devem estar brilhantes, e as escamas firmes também.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Deu água na boca? Providencie já o seu jaraqui.

Grande abraço e até a próxima.

 

Nutricionista Flávia Cunha

 

*O texto é de inteira responsabilidade do(a) autor(a) e não reflete a opinião da empresa. O blog é aberto caso outro(a) profissional queira escrever um contraponto.

Deixe uma resposta