Saiba o que mudou no código de ética da Nutrição

O início de 2018 foi de festa para os nutricionistas. Durante o primeiro semestre, o código de ética da Nutrição — revisto e atualizado — foi publicado, possibilitando uma atividade justa, consciente e direcionada. Afinal, estabelecer normas para regulamentar as atividades de qualquer profissão proporciona mais segurança aos profissionais e aos pacientes.

Continue a leitura e entenda melhor o que é o documento, suas principais alterações e o quanto é importante que o profissional conheça esse texto. Acompanhe!

>> Quer saber qual seu estilo no momento de investir no relacionamento com seus pacientes? Acesse nosso infográfico e descubra agora! <<

O que é o código de ética da Nutrição?

O código de ética da Nutrição é um conjunto de normas que orienta as atividades do nutricionista e tem, como princípio básico, o regimento dos parâmetros de todas as atividades do profissional. É nele que estão definidos os direitos e os deveres desses profissionais, protegendo o especialista e também o paciente.

A primeira resolução foi publicada pelo Conselho Federal de Nutrição em 2004. Duas alterações foram realizadas, em 2007 e em 2017, e aprovadas pela resolução n.º 599, de 25 de fevereiro de 2018.

O que mudou no regulamento?

Se você já conhecia o código, separamos algumas mudanças que já podem ser aplicadas na sua rotina profissional. Veja quais são:

Atendimento não presencial

Ainda é obrigatório que o diagnóstico seja feito presencialmente. Entretanto, agora é possível fazer todo o atendimento por meios alternativos e não presenciais, como o WhatsApp, Messenger, e-mail, entre outros.

Atualização de dados

O Conselho Regional de Nutricionistas (CRN) é o órgão responsável por fiscalizar e regulamentar a profissão. São 10 jurisdições responsáveis por garantir que a profissão seja exercida exclusivamente por aqueles que de fato são nutricionistas no Brasil.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Manter o cadastro atualizado é responsabilidade do profissional. Só assim o exercício legal da atividade pode ser garantido.

>> Você já conhece o software de Nutrição Dietbox? Cadastre-se gratuitamente aqui e faça parte desse time! << 

Informação de resultados

Ao trabalhar com um grupo de pessoas, é obrigação do nutricionista informar que os resultados atingidos podem não ser semelhantes aos de outros indivíduos que compõe o mesmo projeto. A divulgação dessas informações, com o objetivo de compor uma estratégia de competição entre esses pacientes, é proibida.

Também é vetado o marketing sensacionalista, a propaganda enganosa, a nomeação do tratamento como exclusivo e o fornecimento de garantias de resultado da intervenção.

Condição para alteração de código

O CRN é o órgão responsável por fiscalizar e regulamentar o exercício da atividade de nutricionista no Brasil, e o código de ética da Nutrição estabelece normas para que a função seja cumprida com respeito e responsabilidade. Nada mais justo, então, que qualquer alteração nesse regulamento seja feita de forma organizada.

A partir de agora, para que essas mudanças sejam realizadas, é obrigatória uma proposta formal com a assinatura de no mínimo 20% dos profissionais cadastrados na jurisdição.

Qual é a importância de o profissional conhecer essas normas?

Por mais que o profissional se considere ético pelo que entende do significado da palavra, a falta de conhecimento das normas pode resultar em uma postura inadequada no seu dia a dia, mesmo que não seja proposital.

O código de ética da Nutrição permite que o trabalho seja realizado de forma segura, transparente, íntegra e honesta. Tenha o documento sempre à mão, proteja seu trabalho e seus pacientes!

>> Você trabalha para viver ou vive para trabalhar? É uma pergunta clichê, mas que diz muito sobre como você gerencia seu trabalho e como isso está impactando na sua vida pessoal. Baixe gratuitamente nosso E-BOOK: “Controle financeiro para nutricionistas” AQUI! <<

Ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário para que possamos ajudá-lo!

Deixe uma resposta