Descubra as melhores técnicas de preparo de alimentos de forma saudável

Na hora de cozinhar, o modo de fazer os alimentos pode impactar nos resultados da dieta e, por esse motivo, é vital para o nutricionista conhecer as melhores técnicas de preparo de alimentos.

Ao ter total domínio do assunto, o profissional fica mais bem preparado para orientar de modo correto seus pacientes durante o atendimento.

Sendo assim, no post de hoje selecionamos as melhores técnicas de preparo de alimentos de forma saudável para ajudá-lo nessa missão. Descubra agora!

Faça trocas saudáveis

Boa parte do sucesso de um plano alimentar está nas trocas saudáveis realizadas na hora de escolher e preparar os alimentos. Pensando nisso, vamos citar alguns exemplos.

Estrogonofe

Um exemplo de troca saudável é substituir o creme de leite do estrogonofe pelo creme de queijo minas light. Além disso, a batata palha industrializada pode ser substituída por uma batata assada no forno, com temperos como alecrim ou orégano. Nesse caso, o nutricionista avaliará se o prato será acompanhado ou não por arroz, dependendo da quantidade de carboidratos estipulada para o paciente.

Arroz

Uma maneira de diminuir as calorias do arroz é cozinhá-lo apenas na água e sal, sem adicionar óleo para o preparo. As panelas de arroz elétricas são boas opções para esse preparo ficar mais light, mas as panelas antiaderentes também funcionam.

Frango

Uma parte considerável da gordura do frango está na sua pele, de modo que o simples fato de retirar a pele no cozimento reduzirá a ingestão de gorduras da refeição.

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Aposte no cozimento ideal

Para melhorar a qualidade nutricional dos alimentos, uma maneira simples e fácil de implementar em casa é apostar no cozimento à vapor. Legumes, verduras e até peixes e frangos podem ser cozidos no vapor. Esse preparo de alimento vai garantir a diminuição do uso de certos ingredientes muito calóricos, como o óleo.

Além disso, os legumes e verduras podem ser consumidos sem tempero, para que o paciente comece a sentir o sabor natural da comida e passe, realmente, a adquirir novos hábitos alimentares.

Diminua o sal

O sal em excesso pode causar hipertensão e outros malefícios para a saúde, de modo que diminuir a ingestão de sal é um dos protocolos para um preparo de alimentos de forma saudável. Além disso, ainda no sentido de reeducar também o paladar dos pacientes, quanto menos sal tiver a comida, mais os outros sabores dos alimentos serão realçados.

Use temperos naturais

E já que estamos levantando a bandeira da diminuição de sal, uma maneira simples de compensar essa medida é abusar das ervas e temperos naturais. Em geral, as pessoas acreditam que é o sal que confere sabor ao prato, contudo, na prática isso está longe de ser verdade.

Oriente seus pacientes a caprichar nos temperos, como alho e cebola, e estimule-os a descobrir novos gostos ao lançar mão de condimentos como pimenta do reino, cominho, noz moscada, açafrão e curry.

Por meio de pequenas mudanças realizadas no dia a dia é possível conseguir uma grande diferença nos resultados da alimentação. Sem dúvida alguma, essas alterações vão proporcionar muito prazer e satisfação para os seus pacientes quando eles constatarem, na prática, que com simples ajustes dá para comer muito bem de maneira saudável.

Agora que você já descobriu as melhores técnicas de preparo de alimentos, continue a leitura e saiba como as trocas inteligentes podem evitar doenças!

Deixe uma resposta