Você sabe o que é e a importância do marketing nutricional?

Você certamente já percebeu que a alimentação equilibrada e a promoção de hábitos saudáveis nunca estiveram tão em alta como nos dias de hoje, não é mesmo? Esse fenômeno, juntamente ao boom da era fitness, proporciona uma ótima oportunidade para o desenvolvimento do marketing nutricional. 

A busca por bem-estar, qualidade de vida e, até mesmo, pela prevenção de doenças fez com que muitas pessoas se atentassem para o verdadeiro valor nutricional dos alimentos, consumindo menos aqueles que são totalmente industrializados. Os nutricionistas, por sua vez, podem explorar essa questão com seus pacientes por meio do marketing nutricional. Quer entender como? Continue a leitura do artigo! 

O que é o marketing nutricional?

O principal objetivo do marketing nutricional é entregar ao público as verdadeiras informações nutricionais daquilo que eles comem. Para isso, podo ser utilizado um conjunto de ações que tornam mais consciente a compra e a ingestão de alimentos.

O nutricionista, por exemplo, pode usar o marketing nutricional para engajar os seus pacientes com seus planos alimentares, fazendo com que eles participem ativamente da adaptação a um estilo de vida mais saudável — entendendo o que cada alimento pode trazer de benéfico ou maléfico para a saúde e para o corpo. 

Por que ele é importante? 

Como o próprio nome já indica, o marketing de alimentos corresponde à atuação do marketing no âmbito da alimentação e da nutrição — promovendo, idealmente, soluções para a manutenção da saúde, da estética e do bem-estar. O nutricionista deve aplicar a sua visão e entender, com segurança, quais são aqueles produtos que, de fato, cumprem o que prometem e que podem ser integrados ou não ao plano alimentar de cada pessoa.

Um exemplo de ação de marketing nutricional, aqui, é a nutrição funcional, que tem o papel de mostrar aos indivíduos a importância e os benefícios de uma alimentação equilibrada para o organismo, podendo, inclusive, ajudar no tratamento de desordens crônicas e demais problemas de saúde. 

Como utilizar o marketing nutricional com os seus pacientes?

Entendimento dos rótulos de alimentos 

O marketing nutricional pode ser usado pelos nutricionistas na promoção de uma nova forma de “enxergar” e lidar com os alimentos.

Quando se envolve o paciente na importância da leitura e do entendimento dos rótulos dos alimentos — bem como os pontos a serem observados ao comprar um produto —, ele terá consciência daquilo que está ingerindo, compreendendo tudo o que pode (ou não) ser benéfico à saúde. 

Busca por uma alimentação e hábitos mais saudáveis 

Os pacientes que buscam pelos serviços de um nutricionista estão cada vez mais preocupados com a qualidade e com os efeitos daquilo que ingerem. A Euromonitor International, em uma pesquisa, constatou que 28% dos brasileiros já escolhem seus produtos alimentícios considerando seu valor nutricional. 

Isso deixa clara a necessidade desse profissional em trabalhar as maneiras de tornar a alimentação e os hábitos saudáveis partes fundamentais de cotidiano das pessoas. Isso é possível quando se conta com um software de nutrição com aplicativo para pacientes, por exemplo. 

Por meio do programa, o nutricionista poderá mandar para o paciente conteúdos relevantes, como receitas, dicas, entre outras informações, acompanhando o tratamento, mantendo-o engajado e, até mesmo, tirando possíveis dúvidas por meio de mensagens. 

Pronto! Agora você já sabe o que é o marketing nutricional e entende a sua importância. Lembre-se de que o profissional de nutrição se compromete a contribuir — de modo ético — com a educação e a consciência alimentar da sociedade em que vive e atua, sendo assim, desenvolva as ações com seus pacientes visando sempre esse propósito. 

Gostou do conteúdo que trouxemos neste post? Então, compartilhe-o agora mesmo nas suas redes sociais e ajude mais pessoas a entenderem sobre o assunto! 

Deixe uma resposta