Você tem compulsão alimentar?

Quanto mais as pessoas têm se restringido, mais esse comportamento disfuncional aparece. Compulsão pode ser confundida com exagero, mas se qualquer exagero for tido como algo errado, que dê para a pessoa uma sensação de descontrole e seja motivo de vergonha, isso requer atenção, porque pode ser aí que o ciclo compulsivo começa.

É tanta necessidade de “foco, força e fé” na dieta que qualquer “jacada” faz com que o sentimento de fracasso venha à tona! Se você busca saúde e um peso saudável, fazer restrições alimentares baseadas no que você lê ou escuta por aí, não é o melhor caminho. A neurose não é o caminho, se desconectar da sua fome e da sua saciedade, enganá-las, ignorá-las, definitivamente: não é o caminho para o perder peso de maneira saudável.

Vou usar a analogia da respiração para explicar como o nosso corpo reage em momentos de escassez e fome: prenda a sua respiração, é provável que um minuto depois você não consiga mais suportar e volte a respirar para obviamente continuar vivendo! É da mesma forma que a compulsão alimentar pode aparecer depois de um período de dieta restritiva, no qual você teve que ignorar sua fome e sua saciedade em prol de comer o mínimo possível para perder peso o mais rápido possível.

Esse comportamento compulsivo não é banal. Compulsão alimentar requer atenção e tratamento que em NENHUMA hipótese deve ser buscar uma nova dieta ou cortar da sua vida o tal alimento gatilho.

Pense nisso. Estou a disposição para te ajudar!

Cadastre-se Grátis no DietboxPowered by Rock Convert

Giseli Reis

Nutricionista

CRN3 29082

Site: anutricaotem.com.br

instagram.com/nutricionistagiselireis

*O texto é de inteira responsabilidade do(a) autor(a) e não reflete a opinião da empresa. O blog é aberto caso outro(a) profissional queira escrever um contraponto.

Deixe uma resposta