Vontade de doce após as refeições

Porquê ocorre? Porque durante o processo de digestão, os estoques de serotonina (neurotransmissor que regula o humor, sono, apetite, ritmo cardíaco, temperatura corporal e a sensibilidade a dor) ficam diminuídos, o que faz com que o organismo busque captar rapidamente triptofano (aminoácido essencial, que não é produzido pelo organismo e deve ser obtido pela alimentação) para nova produção desse neurotransmissor.

O cérebro nos avisa desse processo provocando desejo por carboidratos, como doces, pois a glicose aumenta a disponibilidade cerebral do triptofano, que é captado pelos neurônios, produzindo serotonina. Tanto o açúcar dos doces quanto os dos carboidratos tem esse efeito (pois ambos têm como resultado final da digestão, a glicose) no entanto, o açúcar dos doces chega à corrente sanguínea mais rapidamente, pois trata-se de um carboidrato simples, que é digerido e absorvido mais rapidamente pelo organismo.  Quando nos alimentamos, ocorre liberação de hormônios e neurotransmissores para que as alças intestinais se movimentem. Um dos neurotransmissores mais atuantes na transmissão de mensagens entre os neurônios do aparelho digestivo é a serotonina.

Além de atuar no trato gastrintestinal, a serotonina desempenha um importante papel no sistema nervoso, como a liberação de alguns hormônios, a regulação do sono, a temperatura corporal, o apetite, o humor, a atividade motora e as funções cognitivas.  Por isso, quando a serotonina é secretada pelo intestino, ocorre uma diminuição de seu estoque, e sua reposição depende da ingestão de alimentos ricos em triptofano, pois esse é um aminoácido essencial, que não é produzido pelo organismo. Estudos têm demonstrado a associação da glicose com o aumento da disponibilidade de triptofano.

No entanto, esse aminoácido pode ser encontrado em outros alimentos como aveia, banana, folhas verdes escuras, arroz integral, frutas cítricas, oleaginosas, derivados do leite e no chocolate, o qual além de conter triptofano, contém tirosina, outra substância que também estimula a produção de serotonina. Para obter esse benefício do chocolate sua escolha deve ser com maior teor de cacau ou seja 70% ou mais, evite chocolate ao leite e branco(eles estimulam o apetite por seu alto teor de açúcar).

Nutricionista Carol Alves – CRN 54828

Instagram: @nutri.carolalves

Página do Facebook: Nutri Carol Alves

WhatsApp: (11) 98702-7776

*O texto é de inteira responsabilidade do(a) autor(a) e não reflete a opinião da empresa. O blog é aberto caso outro(a) profissional queira escrever um contraponto.

Deixe uma resposta