Como fazer reeducação alimentar

A procura por uma alimentação mais saudável cresceu muito nos últimos tempos, principalmente neste ano. De fato, melhorar a alimentação e outros aspectos da nossa rotina trazem inúmeros benefícios para nossa saúde, como melhora da composição corporal, aumento da disposição, melhora do humor, diminuição do stress e claro, fortalecimento do sistema imune.

Nesse contexto, falamos sobre a reeducação alimentar, uma alternativa de mudança de estilo de vida que visa modificar hábitos alimentares e comportamentos em relação à alimentação. Ela tem como princípio prevenir doenças, melhorar o curso de doenças já existentes, emagrecimento ou manutenção do peso corporal com inclusão de alimentos mais saudáveis. Diferente de dietas restritivas, com exclusão de algum grupo alimentar, a reeducação prioriza o contrário: podemos comer de tudo, desde que saibamos escolher as melhores opções dentre as ofertadas, além de cuidar das quantidades.

Uma boa alternativa é começar escolhendo os carboidratos complexos ao invés dos refinados. Opte por pães, massas e biscoitos integrais ou com adição de grãos. Procure, também, equilibrar as proteínas nas suas refeições, incluindo-as sempre que possível. Quanto às carnes, opte por cortes mais magros e se tiver gordura aparente ou pele, retire antes do preparo. Já no quesito gorduras, evite as saturadas (gordura animal) e prefira fontes como o azeite de oliva, oleaginosas (castanhas, amêndoas), abacate, coco e queijos magros. Além disso, priorizar a base da alimentação com alimentos in natura (frutas, legumes e vegetais) e minimamente processados (cereais e grãos, por exemplo) também é essencial para iniciar uma boa reeducação alimentar. Procure, também, manter o seu consumo de água adequado (em torno de 2 litros ao dia) e evite produtos demasiadamente industrializados. 

Hábitos comportamentais e reeducação alimentar

Outros hábitos que podemos ressaltar para complementar essa mudança são os hábitos comportamentais. Tente fazer suas refeições num local calmo, sem distrações de aparelhos eletrônicos. Isso permitirá que você preste atenção plena na comida. Procure prestar atenção na sua mastigação, comendo com calma e avaliando sua saciedade. Também é interessante criar o hábito de cozinhar o próprio alimento, criando maior consciência da sua alimentação e tendo o cuidado especial de um alimento feito em casa com menos gordura e mais temperos naturais. Bons hábitos de sono também podem ser fundamentais para um bom funcionamento do organismo, contribuindo com o seu bem-estar, além da atividade física regular. 

Por não ser uma estratégia radical, qualquer pessoa pode fazer uma reeducação alimentar, mas frisamos que o mais adequado é que seja sempre acompanhada por um profissional nutricionista. Ele conseguirá ajustar as porções adequadas para as suas necessidades e ainda contemplar os seus objetivos! Ainda poderá complementar seu planejamento com diferentes preparações e receitas especiais para que você possa variar ainda mais o seu cardápio.

E se você não tiver nenhum nutricionista, não se preocupe, o Dietbox está aqui para te ajudar! Na nossa busca por nutricionistas você pode escolher o profissional mais perto de você, de acordo com o estado e cidade, além da especialidade que você deseja. Portanto, não espere para começar seu novo projeto de vida, junte-se ao nosso time! 

Cadastre-se Grátis no Dietbox

Deixe uma resposta