Melhorando a alimentação e seu sistema imunológico

Na época de clima mais ameno, úmido e com temperaturas instáveis, onde em apenas um dia passamos pelas 4 estações do ano, as gripes e resfriados surgem com maior intensidade e frequência. Isso porque os vírus e bactérias, aos quais nos expomos diariamente, se reproduzem com maior facilidade. Dessa forma, ficamos mais expostos às agressões que provocam em nosso organismo, sendo as mais frequentes, o resfriado e a gripe.

O resfriado é uma infecção respiratória mais leve, que agride o revestimento interno das vias respiratórias superiores (nariz e garganta), principalmente. Este só termina quando os tecidos afetados se regeneram. O vírus mais frequentemente envolvido é o rinovirus, entre cerca de 200 tipos de vírus.

Já a gripe é uma infecção respiratória aguda causada por um vírus específico chamado Influenza e que ocasiona dores musculares, coriza, febre, cansaço intenso, dores de cabeça, garganta e tosse. Esses sintomas podem evoluir para uma pneumonia, ou seja, complicações bacterianas, que se não tratadas corretamente, com medicamentos específicos (antibióticos), podem levar o indivíduo ao óbito.

Devido ao fato do vírus Influenza apresentar vários sorotipos diferentes e sofrer mutações frequentes, as vacinas tomadas pelo grupo de maior risco (idosos, crianças e pacientes crônicos) devem ser repetidas anualmente.

O sistema imune e hábitos saudáveis

Hábitos saudáveis de vida, que incluem higiene regular como lavar as mãos, bem como evitar o contato destas com mucosas dos olhos, nariz e boca, principalmente após o contato com superfícies, não tossir e espirrar sem a proteção de lenços descartáveis, evitar lugares fechados e sem ventilação, fazer hidratação corporal regular, alimentar-se corretamente e fazer uma atividade física regular, ajudam a prevenir a doença e a disseminação do vírus.

Com relação à alimentação, esta deve ser equilibrada, contendo frutas, verduras, legumes, cereais integrais, fibras, proteínas magras, entre outros alimentos saudáveis, proporcionando assim vitaminas e minerais importantes para o nosso sistema imunológico e manutenção da saúde. A alimentação deve ser também fracionada, permitindo que ao longo do dia haja ingestão desses alimentos, melhorando as defesas e colaborando para o bom funcionamento do metabolismo. Além da alimentação, a atividade física frequente é importante. Portanto, aqueles que não têm hábitos saudáveis poderão estar mais expostos às gripes, resfriados e demais doenças oportunistas.

Veja abaixo uma tabela com as principais vitaminas e minerais que ajudam a manter nosso sistema imunológico íntegro:

 VITAMINAS FUNÇÕES FONTES
VITAMINA AImportante na manutenção da integridade das membranas mucosas, possibilitando aumento da probabilidade de infecções bacterianas, virais ou parasitárias.Fígado, vegetais de folhas verdes, couve-flor, tomate, óleo de soja.
VITAMINA CMelhora a atividade imunológica de leucócitos. Aumenta a produção dessas células de defesa, que tem efeito direto sobre bactérias e vírus, elevando a resistência às infecções.Acerola, frutas cítricas (limão, laranja, lima), kiwi, caju, tomates, morangos, repolho, pimentão verdes e vegetais folhosos crus.
VITAMINA EPoderosa vitamina antioxidante, reduzindo a ação dos radicais livres que são liberados em nosso organismo e podem causar sérios danos às estruturas das células, como infecções, envelhecimento precoce e colaborando para a carcinogênese.Germe de trigo (fonte mais importante), óleos de soja, arroz, algodão, milho e girassol, amêndoas, nozes, castanha do Pará, gema, vegetais folhosos e legumes.
ZINCOSua deficiência resulta em diversas doenças imunológicas; a deficiência grave causa linfopenia (grande diminuição do número de linfócitos).Carnes, peixes (incluindo ostras e crustáceos), aves e leite. Cereais integrais, feijões e nozes são também boas fontes.
SELÊNIOAssim como a vitamina E, é um poderoso antioxidante, ou seja, neutraliza a ação dos radicais livres e retarda o processo de envelhecimento precoce, bem como evita infecções.Castanha do Pará, alimentos marinhos, fígado, carne e aves.


Além dessas vitaminas e minerais temos alguns alimentos que estão sendo muito bem comentados e também colaboram para a melhora do nosso sistema imunológico. Entre eles estão:
 
 Iogurte e leites fermentados com probióticos: contém lactobacilos e bifidobactérias que recuperam a flora intestinal e fortalecem o sistema imunológico.

 Alho: Poderoso antibacteriano e protetor do aparelho digestivo, bem como do coração.

 Pequenas frutas vermelhas: mirtilo, amora, uva roxa, acerola, pitanga, morango, framboesa, etc. São ricas em vitamina C e outras substâncias antioxidantes como as antocianinas, substâncias que colaboram para o fortalecimento do sistema imunológico.

 Gengibre: Devido à ação antisséptica, colabora para a prevenção de gripes e resfriados.

 Peixes marinhos (sardinha, salmo, arenque, cavalinha, etc.): Ricos em ácidos graxos ômega-3 e 6. Melhoram o sistema imunológico e também reduzem o risco de doenças cardiovasculares e doenças inflamatórias.

 Água: melhora a hidratação corpórea e ainda colabora para o amolecimento do muco pulmonar, melhorando a respiração e o trabalho dos pulmões;

Chás: os chás derivados da planta Camellia sinensis, como o chá verde, possuem substâncias do tipo polifenóis catequinas e outros bioflavóides que possuem atividade antioxidante semelhante à da vitamina C e da vitamina E, ou seja, apresentam ações benéficas sobre a imunidade, entre outras vantagens em relação à perda de peso. Além deste, outro chá que pode ter ação benéfica nos quadros de gripes e resfriados é o blend de gengibre, cravo e canela, que tem ação anti-inflamatória e age na melhora dos sintomas desagradáveis desse quadro. 

Concluindo, hábitos alimentares saudáveis, que incluem o consumo de frutas, vegetais, chás e água diariamente, colaboram para o equilíbrio do nosso sistema imunológico e reduzem a frequência de gripes e resfriados. Vale lembrar ainda que devemos evitar o uso de descongestionantes, anti-inflamatórios e demais medicamentos sem a orientação e supervisão médica.

Thais Brasil – Nutricionista e Educadora em Diabetes

Mestranda em Clínica Médica pela FCM/UNICAMP – CRN: 3-20383

Facebook: /thaisbrasilnutricionista

Instagram: @thabrasil_nutricionista

Site: https://dietbox.me/pt-BR/thaisbrasilnutricionista

*O texto é de inteira responsabilidade do(a) autor(a) e não reflete a opinião da empresa. O blog é aberto caso outro(a) profissional queira escrever um contraponto.

Cadastre-se Grátis no Dietbox

Deixe uma resposta