Entenda melhor a nova regra sobre rotulagem nutricional na Anvisa

Em outubro de 2020, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou, por unanimidade, as novas normas de rotulagem nutricional de alimentos embalados. Essa medida teve como intuito melhorar a legibilidade e a clareza das informações nutricionais presentes nos rótulos dos alimentos, permitindo que o consumidor consiga realizar escolhas alimentares mais conscientes.

Para os profissionais da área da saúde como os nutricionistas, é fundamental ficar atento e entender o que a nova rotulagem nutricional Anvisa pretende e quais as principais mudanças nos produtos. Assim, é possível ajudar de maneira mais eficiente os pacientes a entenderem as rotulagens dos alimentos a comprarem com mais sabedoria.

Este artigo vai pontuar melhor tudo o que você precisa saber sobre a nova rotulagem nutricional da Agência Sanitária. Acompanhe a leitura!

Quais os objetivos da nova rotulagem nutricional Anvisa?

Essa medida pretende simplificar a compreensão de informações nutricionais em rótulos alimentícios, auxiliando o consumidor na hora de fazer escolhas alimentares mais saudáveis e conscientes. É claro que o objetivo da nova norma não é impor nenhuma escolha, mas sim possibilitar uma maior compreensão.

Dessa forma, as pessoas conseguirão, com mais facilidade, comparar os alimentos que desejam comprar, decidindo qual melhor opção para o consumo. Além disso, a regra pretende reduzir situações que geram qualquer tipo de engano quanto à composição nutricional dos produtos.

Quais as principais mudanças?

Entre as principais mudanças, podemos destacar a maior legibilidade tanto na forma quanto no teor da declaração dos dados na tabela de informação nutricional, bem como nas condições de uso das alegações nutricionais para evitar contradições na rotulagem frontal.

A partir dessa nova padronização, a tabela passa a ter apenas letras pretas em um fundo branco, afastando a possibilidade de utilização de cores que possam atrapalhar a leitura das informações. Fica imposta também a obrigatoriedade da identificação de açúcares adicionais e totais, e a declaração do valor nutricional e energético por 100ml ou 100g para ajudar na comparação das opções disponíveis.

Além disso, a Anvisa inova ao adotar o padrão de rotulagem nutricional frontal com símbolo informativo na parte da frente dos produtos. O principal objetivo da ideia é esclarecer ao consumidor, de forma simples e clara, sobre o alto conteúdo de nutrientes com relevância para a saúde que os alimentos contêm. Os símbolos devem seguir os modelos definidos pela IN 75/2020.

Quais os critérios da seleção de nutrientes da rotulagem frontal?

Como critério para a seleção declarada nesse novo modelo de rotulagem nutricional Anvisa, foram selecionados 3 nutrientes específicos, já que uma lista muito grande poderia diminuir a atenção dos consumidores na hora da compra.

Dessa forma, foram escolhidos os seguintes nutrientes:

  • açúcares adicionados;
  • gorduras saturadas;
  • sódio.

As opções foram escolhidas por serem mais críticas para a saúde. Já o consumo excessivo de tais pode trazer danos ao organismo. Além disso, o órgão considerou os dados de consumo da população brasileira, já que os selecionados refletem uma preocupação alimentar.

Quais os prazos da mudança?

Mesmo com a publicação da nova regra em outubro de 2020 pelo Diário Oficial da União (DOU), a regra só entra em vigor 24 meses após esse período. Além disso, os produtos que estão no mercado na data de entrada da ativação da norma, ainda terão um prazo de 12 meses para adequação.

No entanto, produtos que estiverem destinados exclusivamente aos serviços de alimentação ou ao processamento industrial precisarão estar de acordo com a nova rotulagem a partir da entrada em vigor do regulamento, garantindo que os fabricantes tenham acesso às informações nutricionais de ingredientes e matérias-primas utilizadas.

É essencial que você como nutricionista fique por dentro da nova rotulagem nutricional Anvisa para orientar seus pacientes o melhor possível, agregando muito mais as consultas e estando em dia com as leis.

Agora que você já sabe como funciona a nova regra de rotulagem dos produtos, continue lendo sobre a legislação da Anvisa sobre gorduras trans e entenda ainda mais do assunto!

Cadastre-se Grátis no Dietbox

Deixe uma resposta